A din穃ica conjugal em situa鈬o de c穗cer de mama

A din穃ica conjugal em situa鈬o de c穗cer de mama

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786588064306

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

A experi麩cia de se lidar com situa鋏es que envolvem amea軋s integridade fsica do indivduo traz uma sobrecarga e dificuldade para trabalhar afli鋏es, angstias, medos e ansiedades ou dificuldades diversas. Sabe-se que o impacto de um diagnstico de c穗cer necessita de elabora鈬o, j que este quadro ainda carrega muitos aspectos do estigma de morte. As formas que o paciente adota para lidar com a situa鈬o est縊 vinculadas ao seu histrico pessoal e familiar e, especificamente, o c穗cer mexe com as representa鋏es sociais e com o imagin疵io das pessoas afetadas, trazendo o estigma que acompanha a doen軋. Na perspectiva epistemolgica, com o objetivo de favorecer o di疝ogo entre Psicologia e Medicina na quest縊 do c穗cer de mama, preciso distinguir o conhecimento cientfico de outras formas de conhecimento, o que refor軋 o pensamento sist麥ico como um conjunto de pressupostos a embasar a atividade cientfica nos prximos tempos. Trata-se, portanto, de uma nova maneira de ver e pensar o mundo, que procura integrar os sistemas de conhecimento. Isto inclui, tamb駑, aspectos afetivos e sociais sendo que os tipos de estrat馮ias utilizadas para se lidar com os fenmenos relacionados ao c穗cer de mama poder縊 determinar o grau de adapta鈬o saud疱el situa鈬o, principalmente da mulher. Sabe-se, ainda, que o diagnstico causa transtornos externos e internos, especialmente quando h a necessidade de se fazer a mastectomia e os altos nveis de angstia podem retardar a recupera鈬o e acelerar o curso da doen軋. Este trabalho apresenta dados de uma pesquisa qualitativa fundamentada na Teoria Geral dos Sistemas que buscou compreender como se estabelece a din穃ica conjugal em situa鈬o de c穗cer de mama. Enfatiza, tamb駑, a identidade e as significa鋏es na din穃ica conjugal a partir do diagnstico, lan軋ndo um olhar sobre a reestrutura鈬o dessa rela鈬o e os aspectos da forma de enfrentamento, da mudan軋 da autoimagem e da depend麩cia entre o casal. Foi feito com estudo de caso, utilizando entrevistas semiestruturadas. Participaram do estudo dois casais residentes no Distrito Federal, sendo cada um entrevistado ao longo de tr黌 sesses enfocando a histria do casal, descoberta, diagnstico, tratamento do c穗cer e as estrat馮ias utilizadas ao longo deste processo para se lidar com a situa鈬o. O objetivo da pesquisa foi investigar a din穃ica do casal antes, durante e depois da doen軋 e o seu impacto na estrutura conjugal. Os dados mostram a import穗cia do di疝ogo e da intera鈬o entre o casal durante o diagnstico, o tratamento, sua participa鈬o no processo de cura junto com a equipe m馘ica e o planejamento do futuro depois de estabilizado o quadro da doen軋; o equilbrio entre estrat馮ias de coping emocionais e racionais, assim como as nuances da rela鈬o, que incluem aspectos de depend麩cia emocional, culpabiliza鈬o e desconforto inicial com as questes de sexualidade, a necessidade de reestrutura鈬o conjugal para continuar cumprindo suas fun鋏es como eixo das rela鋏es familiares e a mobiliza鈬o de recursos para lidar com elementos estressores, tamb駑 foram observados. A pesquisa indica a necessidade de outros estudos na 疵ea e salienta a import穗cia da busca de melhoria no atendimento 灣 pacientes com c穗cer de mama e seus cnjuges.


Caractersticas

Caractersticas


  • Ano: 2020
  • Autor: ARNALDO CERQUEIRA
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786588064306
  • Nコ de P疊inas: 120


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
A experi麩cia de se lidar com situa鋏es que envolvem amea軋s integridade fsica do indivduo traz uma sobrecarga e dificuldade para trabalhar afli鋏es, angstias, medos e ansiedades ou dificuldades diversas. Sabe-se que o impacto de um diagnstico de c穗cer necessita de elabora鈬o, j que este quadro ainda carrega muitos aspectos do estigma de morte. As formas que o paciente adota para lidar com a situa鈬o est縊 vinculadas ao seu histrico pessoal e familiar e, especificamente, o c穗cer mexe com as representa鋏es sociais e com o imagin疵io das pessoas afetadas, trazendo o estigma que acompanha a doen軋. Na perspectiva epistemolgica, com o objetivo de favorecer o di疝ogo entre Psicologia e Medicina na quest縊 do c穗cer de mama, preciso distinguir o conhecimento cientfico de outras formas de conhecimento, o que refor軋 o pensamento sist麥ico como um conjunto de pressupostos a embasar a atividade cientfica nos prximos tempos. Trata-se, portanto, de uma nova maneira de ver e pensar o mundo, que procura integrar os sistemas de conhecimento. Isto inclui, tamb駑, aspectos afetivos e sociais sendo que os tipos de estrat馮ias utilizadas para se lidar com os fenmenos relacionados ao c穗cer de mama poder縊 determinar o grau de adapta鈬o saud疱el situa鈬o, principalmente da mulher. Sabe-se, ainda, que o diagnstico causa transtornos externos e internos, especialmente quando h a necessidade de se fazer a mastectomia e os altos nveis de angstia podem retardar a recupera鈬o e acelerar o curso da doen軋. Este trabalho apresenta dados de uma pesquisa qualitativa fundamentada na Teoria Geral dos Sistemas que buscou compreender como se estabelece a din穃ica conjugal em situa鈬o de c穗cer de mama. Enfatiza, tamb駑, a identidade e as significa鋏es na din穃ica conjugal a partir do diagnstico, lan軋ndo um olhar sobre a reestrutura鈬o dessa rela鈬o e os aspectos da forma de enfrentamento, da mudan軋 da autoimagem e da depend麩cia entre o casal. Foi feito com estudo de caso, utilizando entrevistas semiestruturadas. Participaram do estudo dois casais residentes no Distrito Federal, sendo cada um entrevistado ao longo de tr黌 sesses enfocando a histria do casal, descoberta, diagnstico, tratamento do c穗cer e as estrat馮ias utilizadas ao longo deste processo para se lidar com a situa鈬o. O objetivo da pesquisa foi investigar a din穃ica do casal antes, durante e depois da doen軋 e o seu impacto na estrutura conjugal. Os dados mostram a import穗cia do di疝ogo e da intera鈬o entre o casal durante o diagnstico, o tratamento, sua participa鈬o no processo de cura junto com a equipe m馘ica e o planejamento do futuro depois de estabilizado o quadro da doen軋; o equilbrio entre estrat馮ias de coping emocionais e racionais, assim como as nuances da rela鈬o, que incluem aspectos de depend麩cia emocional, culpabiliza鈬o e desconforto inicial com as questes de sexualidade, a necessidade de reestrutura鈬o conjugal para continuar cumprindo suas fun鋏es como eixo das rela鋏es familiares e a mobiliza鈬o de recursos para lidar com elementos estressores, tamb駑 foram observados. A pesquisa indica a necessidade de outros estudos na 疵ea e salienta a import穗cia da busca de melhoria no atendimento 灣 pacientes com c穗cer de mama e seus cnjuges.

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

Caractersticas


  • Ano: 2020
  • Autor: ARNALDO CERQUEIRA
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786588064306
  • Nコ de P疊inas: 120


Receba nossas promo鋏es por e-mail: