Proposta de protocolo de treinamento para controle de doenças osteometabólicas em mulheres pós-menopausa

Proposta de protocolo de treinamento para controle de doenças osteometabólicas em mulheres pós-menopausa

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525289502

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Existem diversas indicações na literatura sobre exercícios de treinamento de força como a musculação para indivíduos com disfunções osteometabólicas, porém as recomendações não são claras e importantes variáveis do treinamento sequer são mencionadas. As doenças osteometabólicas, como a osteopenia e a osteoporose, têm forte influência sobre o decréscimo de qualidade de vida dos portadores, sendo assim, elaborar uma proposta de treinamento com o máximo de variáveis possível sob controle de prescrição para que possa ser avaliado o seu efeito é de grande valor. O objetivo do presente trabalho foi elaborar uma proposta de protocolo de treinamento de força e aptidão cardiorrespiratória com duração de dezesseis semanas com acompanhamento pré e pós-intervenção dos marcadores sanguíneos e densitométricos relacionados a doenças osteometabólicas. Foram submetidas a avaliação laboratorial, densitometria óssea e avaliação física e funcional duas mulheres com 56 e 57 anos de idade com histórico de pouco exercício físico, menopausa e alterações densitométricas. Os resultados demonstram que, apesar das evidências da literatura, somente os exercícios físicos não são a melhor estratégia para controle das consequências osteometabólicas dessas patologias. Conclui-se que o protocolo proposto deve ser validado em novos estudos que levem em consideração aspectos nutricionais, medicamentosos e psicológicos além do exercício físico.



Características

  • Ano: 2023
  • Autor: Aroldo Costa Neto
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525289502
  • Nº de Páginas: 72
  • Capa: Flexível


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Existem diversas indicações na literatura sobre exercícios de treinamento de força como a musculação para indivíduos com disfunções osteometabólicas, porém as recomendações não são claras e importantes variáveis do treinamento sequer são mencionadas. As doenças osteometabólicas, como a osteopenia e a osteoporose, têm forte influência sobre o decréscimo de qualidade de vida dos portadores, sendo assim, elaborar uma proposta de treinamento com o máximo de variáveis possível sob controle de prescrição para que possa ser avaliado o seu efeito é de grande valor. O objetivo do presente trabalho foi elaborar uma proposta de protocolo de treinamento de força e aptidão cardiorrespiratória com duração de dezesseis semanas com acompanhamento pré e pós-intervenção dos marcadores sanguíneos e densitométricos relacionados a doenças osteometabólicas. Foram submetidas a avaliação laboratorial, densitometria óssea e avaliação física e funcional duas mulheres com 56 e 57 anos de idade com histórico de pouco exercício físico, menopausa e alterações densitométricas. Os resultados demonstram que, apesar das evidências da literatura, somente os exercícios físicos não são a melhor estratégia para controle das consequências osteometabólicas dessas patologias. Conclui-se que o protocolo proposto deve ser validado em novos estudos que levem em consideração aspectos nutricionais, medicamentosos e psicológicos além do exercício físico.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2023
  • Autor: Aroldo Costa Neto
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525289502
  • Nº de Páginas: 72
  • Capa: Flexível


Receba nossas promoções por e-mail: