Transtorno mental de professores da rede municipal de educação em Palmas TO, 2008 a 2011, e a possível relação com o trabalho

Transtorno mental de professores da rede municipal de educação em Palmas TO, 2008 a 2011, e a possível relação com o trabalho

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786558772804

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

O livro mostra a árdua trajetória de buscar a maior isenção possível para conseguir uma melhoria na qualidade de Notificação, do que estava disponível até então. Nos quatro anos que antecederam a pesquisa, 2 notificações apenas de Transtornos Mentais relacionadas com o trabalho. Durante a aplicação de 250 testes SRQ 20 foi possível identificar 3 casos notificáveis. Duas situações são importantes: a primeira se restringe ao número de testes que permitem significância matemática, ou X2 (qui quadrado) que depois foi conhecido como 350 testes. Se essa tivesse sido conhecida antes, teríamos significância matemática, e fica aqui aberta a dica para futuros trabalhos; a segunda tem a ver com as considerações multiprofissionais coletivas que resultou em dois anos com 10 notificações cada, e logo após, voltou a cair no esquecimento. Esse trabalho só foi possível com a autorização da Secretaria de Educação Municipal de Palmas, isso depois de uma tentativa frustrante de fazer o levantamento via Sindicato. Os Professores Christofe Dejours e Alvaro Roberto Crespo Merlo, respectivamente da França e do Brasil, foram guardiões da linha adotada da mudança e transitório do sofrimento devido ao trabalho. A contribuição ao entendimento e respeito ao complexo perfil exigido dos professores da rede básica de ensino é pela identificação dos casos de sofrimento e afastamento até completar o tratamento. A contribuição que o trabalhador dá a seu trabalho de forma prazerosa é um elemento a ser perseguido. A frustração de um professor quando não está preparado, violência no trabalho e mal-estar organizacional. Conhecedor de sua condição, o trabalhado pode fazer outra coisa para a qual esteja mais preparado ou lhe dê mais prazer. A prevenção e evitar que situações como essas ocorram, é uma contribuição do SRQ20 aplicado a rede municipal de ensino (ensino fundamental).


Características

Características


  • Ano: 2020
  • Autor: ÁLVARO FERREIRA DA SILVA
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786558772804
  • Nº de Páginas: 88


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
O livro mostra a árdua trajetória de buscar a maior isenção possível para conseguir uma melhoria na qualidade de Notificação, do que estava disponível até então. Nos quatro anos que antecederam a pesquisa, 2 notificações apenas de Transtornos Mentais relacionadas com o trabalho. Durante a aplicação de 250 testes SRQ 20 foi possível identificar 3 casos notificáveis. Duas situações são importantes: a primeira se restringe ao número de testes que permitem significância matemática, ou X2 (qui quadrado) que depois foi conhecido como 350 testes. Se essa tivesse sido conhecida antes, teríamos significância matemática, e fica aqui aberta a dica para futuros trabalhos; a segunda tem a ver com as considerações multiprofissionais coletivas que resultou em dois anos com 10 notificações cada, e logo após, voltou a cair no esquecimento. Esse trabalho só foi possível com a autorização da Secretaria de Educação Municipal de Palmas, isso depois de uma tentativa frustrante de fazer o levantamento via Sindicato. Os Professores Christofe Dejours e Alvaro Roberto Crespo Merlo, respectivamente da França e do Brasil, foram guardiões da linha adotada da mudança e transitório do sofrimento devido ao trabalho. A contribuição ao entendimento e respeito ao complexo perfil exigido dos professores da rede básica de ensino é pela identificação dos casos de sofrimento e afastamento até completar o tratamento. A contribuição que o trabalhador dá a seu trabalho de forma prazerosa é um elemento a ser perseguido. A frustração de um professor quando não está preparado, violência no trabalho e mal-estar organizacional. Conhecedor de sua condição, o trabalhado pode fazer outra coisa para a qual esteja mais preparado ou lhe dê mais prazer. A prevenção e evitar que situações como essas ocorram, é uma contribuição do SRQ20 aplicado a rede municipal de ensino (ensino fundamental).

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Ano: 2020
  • Autor: ÁLVARO FERREIRA DA SILVA
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786558772804
  • Nº de Páginas: 88


Receba nossas promoções por e-mail: