Biorreator à Membrana: avaliação do efeito da eletrocoagulação aplicado ao tratamento de efluente da indústria de papel

Biorreator à Membrana: avaliação do efeito da eletrocoagulação aplicado ao tratamento de efluente da indústria de papel

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525251899

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Os biorreatores à membrana (BRM) são considerados tecnologia nova com elevado potencial para o tratamento de efluentes industriais e sanitários, por promoverem a união entre processos físicos, eletroquímicos de biodegradação e de filtração por membranas em um reator de câmara única, no qual se obtém um efluente final de elevada qualidade. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de um sistema eletrobiorreator (EBRM) aplicado ao tratamento de efluentes da indústria de papel, com ênfase na remoção de matéria orgânica, fenol, cor e nutrientes, tendo como parâmetro de comparação o desempenho de um Biorreator à Membrana (BRM) convencional. O trabalho foi dividido em duas etapas. Na etapa 1, o reator foi operado como um BRM convencional (sem eletrocoagulação), por 60 dias, e avaliado para fins de comparação com a etapa subsequente. A etapa 2, por sua vez, envolveu a integração do processo de eletrocoagulação ao BRM (EBRM), aplicando-se corrente elétrica intermitente, ao longo de 60 dias.

Para as condições estudadas em relação aos parâmetros avaliados, os resultados obtidos no presente estudo indicam que os biorreatores à membrana se mostraram eficientes no tratamento de efluentes da indústria de papel, produzindo-os para reuso e gerando, assim, um reduzido impacto ambiental.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Rogerio Orth
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525251899
  • Nº de Páginas: 96


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Os biorreatores à membrana (BRM) são considerados tecnologia nova com elevado potencial para o tratamento de efluentes industriais e sanitários, por promoverem a união entre processos físicos, eletroquímicos de biodegradação e de filtração por membranas em um reator de câmara única, no qual se obtém um efluente final de elevada qualidade. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de um sistema eletrobiorreator (EBRM) aplicado ao tratamento de efluentes da indústria de papel, com ênfase na remoção de matéria orgânica, fenol, cor e nutrientes, tendo como parâmetro de comparação o desempenho de um Biorreator à Membrana (BRM) convencional. O trabalho foi dividido em duas etapas. Na etapa 1, o reator foi operado como um BRM convencional (sem eletrocoagulação), por 60 dias, e avaliado para fins de comparação com a etapa subsequente. A etapa 2, por sua vez, envolveu a integração do processo de eletrocoagulação ao BRM (EBRM), aplicando-se corrente elétrica intermitente, ao longo de 60 dias.

Para as condições estudadas em relação aos parâmetros avaliados, os resultados obtidos no presente estudo indicam que os biorreatores à membrana se mostraram eficientes no tratamento de efluentes da indústria de papel, produzindo-os para reuso e gerando, assim, um reduzido impacto ambiental.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Rogerio Orth
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525251899
  • Nº de Páginas: 96


Receba nossas promoções por e-mail: