Planejamento da mobilidade urbana como ferramenta de gestão: reflexões sobre o caso da cidade de São Gonçalo (RJ)

Planejamento da mobilidade urbana como ferramenta de gestão: reflexões sobre o caso da cidade de São Gonçalo (RJ)

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525251653

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A cidade de São Gonçalo teve seu auge em meados do século XX, quando era reconhecida como a Manchester Fluminense, referência à cidade inglesa conhecida pela sua concentração industrial. Entretanto, São Gonçalo perdeu seu status em alguns anos devido a uma série de fatores, um deles caracterizado como a obsolescência devido ao pouco estímulo do Estado e à ausência de um reconhecimento do seu potencial econômico. O desdobramento desse processo de desindustrialização culminou na consolidação do município como cidade-dormitório, ou melhor, uma periferia consolidada da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Atualmente, a cidade vive em meio a uma crise da mobilidade – a qual abrange toda a região metropolitana – e sofre com a precarização de sua infraestrutura urbana. Dado o cenário econômico municipal e federal, caracterizado pela redução de investimentos, esta pesquisa busca encontrar proposições que estabeleçam um caminho que corrobore para o desenvolvimento sustentável da cidade. O objetivo geral é demonstrar a importância da mobilidade urbana como instrumento estruturante na gestão da cidade. O processo de planejamento da mobilidade, então, se coloca como uma ferramenta capaz de contribuir para ordenar o território e viabilizar instrumentos urbanísticos para o financiamento de melhorias urbanas.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Poliana de Souza Borges França
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525251653
  • Nº de Páginas: 156


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A cidade de São Gonçalo teve seu auge em meados do século XX, quando era reconhecida como a Manchester Fluminense, referência à cidade inglesa conhecida pela sua concentração industrial. Entretanto, São Gonçalo perdeu seu status em alguns anos devido a uma série de fatores, um deles caracterizado como a obsolescência devido ao pouco estímulo do Estado e à ausência de um reconhecimento do seu potencial econômico. O desdobramento desse processo de desindustrialização culminou na consolidação do município como cidade-dormitório, ou melhor, uma periferia consolidada da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Atualmente, a cidade vive em meio a uma crise da mobilidade – a qual abrange toda a região metropolitana – e sofre com a precarização de sua infraestrutura urbana. Dado o cenário econômico municipal e federal, caracterizado pela redução de investimentos, esta pesquisa busca encontrar proposições que estabeleçam um caminho que corrobore para o desenvolvimento sustentável da cidade. O objetivo geral é demonstrar a importância da mobilidade urbana como instrumento estruturante na gestão da cidade. O processo de planejamento da mobilidade, então, se coloca como uma ferramenta capaz de contribuir para ordenar o território e viabilizar instrumentos urbanísticos para o financiamento de melhorias urbanas.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Poliana de Souza Borges França
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525251653
  • Nº de Páginas: 156


Receba nossas promoções por e-mail: