A compreensão étnico-cultural no ensino de história

A compreensão étnico-cultural no ensino de história

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525223667

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Quais são as representações relacionadas à História que foram ensinadas quando éramos crianças e permanecem presentes na trajetória docente? As experiências históricas vivenciadas na escola contribuem para a construção de identidades étnico-culturais? Pensar sobre a etnicidade em relação ao ensino de história no município de Panambi/RS nos anos iniciais do ensino fundamental foi o objetivo central da dissertação que acabou por transformar-se num livro. Sabe-se que a memória também se refere ao esquecimento, silêncios, aos não ditos e de um processo ativo de criação de significações. Logo, para compreender quais são as memórias e histórias presentes no ensino de História, houve a participação de professoras, alunos, comunidade escolar, moradores antigos durante o processo de pesquisa. A saber, o livro também serve como fonte de pesquisa para analisar as concepções que permeavam o ensino de história, uma vez que se reporta ao início do século XXI. Compreender como se deu a inserção de tais etnias na região, abordagens e recursos utilizados pelas professoras, olhares que os alunos possuem a respeito, contribuirá para que trajetórias étnicas culturais não continuem sendo desconhecidas ou esquecidas. De igual forma, refletir sobre as representações que muitas vezes são criadas e continuam presentes na memória histórica. Finalmente, desenvolver a prática da alteridade, capaz de promover situações de cooperação, imprescindível à prática da cidadania.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Édina Francini Simão Hack
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525223667
  • Nº de Páginas: 176


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Quais são as representações relacionadas à História que foram ensinadas quando éramos crianças e permanecem presentes na trajetória docente? As experiências históricas vivenciadas na escola contribuem para a construção de identidades étnico-culturais? Pensar sobre a etnicidade em relação ao ensino de história no município de Panambi/RS nos anos iniciais do ensino fundamental foi o objetivo central da dissertação que acabou por transformar-se num livro. Sabe-se que a memória também se refere ao esquecimento, silêncios, aos não ditos e de um processo ativo de criação de significações. Logo, para compreender quais são as memórias e histórias presentes no ensino de História, houve a participação de professoras, alunos, comunidade escolar, moradores antigos durante o processo de pesquisa. A saber, o livro também serve como fonte de pesquisa para analisar as concepções que permeavam o ensino de história, uma vez que se reporta ao início do século XXI. Compreender como se deu a inserção de tais etnias na região, abordagens e recursos utilizados pelas professoras, olhares que os alunos possuem a respeito, contribuirá para que trajetórias étnicas culturais não continuem sendo desconhecidas ou esquecidas. De igual forma, refletir sobre as representações que muitas vezes são criadas e continuam presentes na memória histórica. Finalmente, desenvolver a prática da alteridade, capaz de promover situações de cooperação, imprescindível à prática da cidadania.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Édina Francini Simão Hack
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525223667
  • Nº de Páginas: 176


Receba nossas promoções por e-mail: