A expressão do sagrado no sertão cearense: espaço e simbolismo em dois espaços sagrados: Canindé e Quixadá

A expressão do sagrado no sertão cearense: espaço e simbolismo em dois espaços sagrados: Canindé e Quixadá

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525207742

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Entender a religião enquanto fenômeno que sugere uma espacialidade e também como um sistema complexo de elementos que produzem e reorganizam paisagens e lugares sagrados é enveredar por um amplo debate teórico que resgata e amplia a perspectiva geográfica de analisar o sagrado. A construção de uma geografia da religião sedimentada na compreensão do sagrado procura tornar evidente as representações espaciais que se articulam com várias proposições teórico-metodológicas entre as quais conhecer o lugar sagrado e suas particularidades, ora explicando, justificando ou questionando. Este livro direciona seus objetivos para a análise de dois lugares sagrados: Canindé e Quixadá, aqui representados respectivamente pelos santuários de São Francisco das Chagas e Nossa Senhora Rainha do Sertão, localizados no sertão cearense. Operacionalizar esta perspectiva de análise nos orientou a uma leitura e produção de conhecimento sobre aqueles lugares, os quais foram vivenciados ora trilhando o material bibliográfico pertinente aos mesmos, ora durante a realização de uma etnogeografia, criando dessa forma um processo dialético de construção/desconstrução de uma trama que convergiria para uma lógica mais ampla a qual não estava limitada apenas aos elementos óbvios que saltavam a nossa primeira observação.



Características

  • Ano: 2021
  • Autor: Otavio Jose Lemos Costa
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525207742
  • Nº de Páginas: 200


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Entender a religião enquanto fenômeno que sugere uma espacialidade e também como um sistema complexo de elementos que produzem e reorganizam paisagens e lugares sagrados é enveredar por um amplo debate teórico que resgata e amplia a perspectiva geográfica de analisar o sagrado. A construção de uma geografia da religião sedimentada na compreensão do sagrado procura tornar evidente as representações espaciais que se articulam com várias proposições teórico-metodológicas entre as quais conhecer o lugar sagrado e suas particularidades, ora explicando, justificando ou questionando. Este livro direciona seus objetivos para a análise de dois lugares sagrados: Canindé e Quixadá, aqui representados respectivamente pelos santuários de São Francisco das Chagas e Nossa Senhora Rainha do Sertão, localizados no sertão cearense. Operacionalizar esta perspectiva de análise nos orientou a uma leitura e produção de conhecimento sobre aqueles lugares, os quais foram vivenciados ora trilhando o material bibliográfico pertinente aos mesmos, ora durante a realização de uma etnogeografia, criando dessa forma um processo dialético de construção/desconstrução de uma trama que convergiria para uma lógica mais ampla a qual não estava limitada apenas aos elementos óbvios que saltavam a nossa primeira observação.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2021
  • Autor: Otavio Jose Lemos Costa
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525207742
  • Nº de Páginas: 200


Receba nossas promoções por e-mail: