A gest縊 colaborativa no INSS: avalia鈬o de desempenho da experi麩cia do Seguro Defeso

A gest縊 colaborativa no INSS: avalia鈬o de desempenho da experi麩cia do Seguro Defeso

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786588068274

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

A gest縊 colaborativa na presta鈬o de servi輟s pblicos, tend麩cia nos novos movimentos da Nova Governan軋 Pblica (New Public Governance), prescrita pela academia de gest縊 e polticas pblicas como alternativa, tanto presta鈬o exclusivamente estatal, quanto terceiriza鈬o e privatiza鈬o de servi輟s pblicos. Entretanto, poucos estudos at o momento avaliaram empiricamente os resultados destas pr疸icas para os usu疵ios dos servi輟s pblicos. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) colocou prova o conceito quando instituiu sua poltica de gest縊 colaborativa com as colnias, associa鋏es e sindicatos de pescadores no processamento do Seguro Defeso, em 2016. O sucesso da poltica para a efici麩cia das atividades do instituto foi atestado nos anos seguintes, sendo determinante para a expans縊 do programa de transforma鈬o digital. Ferramentas sob medida para a presta鈬o dos servi輟s do INSS com a colabora鈬o de outros parceiros institucionais foram disponibilizadas ? prefeituras, empresas, seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil e sindicatos passaram a efetivamente receber requerimentos de benefcios e remet-los de forma eletrnica 灣 centrais de an疝ise do INSS. O autor participou ativamente no desenho e na implementa鈬o dessas polticas ? por駑, entendeu ser necess疵ia a avalia鈬o de seus impactos na experi麩cia do maior interessado: o cidad縊. ノ de se esperar que a inser鈬o de novos atores nos mecanismos de presta鈬o de servi輟s pblicos relevantes, como aqueles prestados pelo INSS, afete de forma significativa o caminho do cidad縊 at a concretiza鈬o de seus direitos. Assim, este estudo testa a hiptese de que a gest縊 colaborativa no acesso a benefcios sociais pode promover ganhos de desempenho sob a perspectiva de seus destinat疵ios. Para tanto, o cen疵io de teste foi o processamento de requerimentos de Seguro Defeso, no sul da Bahia, entre 2015 e 2016, cen疵io onde a implementa鈬o da poltica n縊 foi homog麩ea ? ideal para o emprego do m騁odo de diferen軋s-em- diferen軋s, comparando indicadores referentes aos pescadores atendidos de forma convencional e 瀲ueles atendidos por meio da gest縊 colaborativa. Os resultados s縊 interpretados e complementados por entrevistas com gestores do INSS e representantes de pescadores da regi縊. Como resultado, s縊 verificados ganhos significativos de desempenho nas dimenses da efetividade e da equidade, entretanto s縊 apontadas restri鋏es e possibilidades para o desenvolvimento da poltica. Disserta鈬o apresentada ao Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada (IPEA) para a obten鈬o do ttulo de Mestre em Polticas Pblicas e Desenvolvimento. Defendida em 07 de mar輟 de 2018.


Caractersticas

  • Ano: 2020
  • Autor: Luiz Henrique Alonso de Andrade
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786588068274
  • Nコ de P疊inas: 132


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
A gest縊 colaborativa na presta鈬o de servi輟s pblicos, tend麩cia nos novos movimentos da Nova Governan軋 Pblica (New Public Governance), prescrita pela academia de gest縊 e polticas pblicas como alternativa, tanto presta鈬o exclusivamente estatal, quanto terceiriza鈬o e privatiza鈬o de servi輟s pblicos. Entretanto, poucos estudos at o momento avaliaram empiricamente os resultados destas pr疸icas para os usu疵ios dos servi輟s pblicos. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) colocou prova o conceito quando instituiu sua poltica de gest縊 colaborativa com as colnias, associa鋏es e sindicatos de pescadores no processamento do Seguro Defeso, em 2016. O sucesso da poltica para a efici麩cia das atividades do instituto foi atestado nos anos seguintes, sendo determinante para a expans縊 do programa de transforma鈬o digital. Ferramentas sob medida para a presta鈬o dos servi輟s do INSS com a colabora鈬o de outros parceiros institucionais foram disponibilizadas ? prefeituras, empresas, seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil e sindicatos passaram a efetivamente receber requerimentos de benefcios e remet-los de forma eletrnica 灣 centrais de an疝ise do INSS. O autor participou ativamente no desenho e na implementa鈬o dessas polticas ? por駑, entendeu ser necess疵ia a avalia鈬o de seus impactos na experi麩cia do maior interessado: o cidad縊. ノ de se esperar que a inser鈬o de novos atores nos mecanismos de presta鈬o de servi輟s pblicos relevantes, como aqueles prestados pelo INSS, afete de forma significativa o caminho do cidad縊 at a concretiza鈬o de seus direitos. Assim, este estudo testa a hiptese de que a gest縊 colaborativa no acesso a benefcios sociais pode promover ganhos de desempenho sob a perspectiva de seus destinat疵ios. Para tanto, o cen疵io de teste foi o processamento de requerimentos de Seguro Defeso, no sul da Bahia, entre 2015 e 2016, cen疵io onde a implementa鈬o da poltica n縊 foi homog麩ea ? ideal para o emprego do m騁odo de diferen軋s-em- diferen軋s, comparando indicadores referentes aos pescadores atendidos de forma convencional e 瀲ueles atendidos por meio da gest縊 colaborativa. Os resultados s縊 interpretados e complementados por entrevistas com gestores do INSS e representantes de pescadores da regi縊. Como resultado, s縊 verificados ganhos significativos de desempenho nas dimenses da efetividade e da equidade, entretanto s縊 apontadas restri鋏es e possibilidades para o desenvolvimento da poltica. Disserta鈬o apresentada ao Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada (IPEA) para a obten鈬o do ttulo de Mestre em Polticas Pblicas e Desenvolvimento. Defendida em 07 de mar輟 de 2018.

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
  • Ano: 2020
  • Autor: Luiz Henrique Alonso de Andrade
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786588068274
  • Nコ de P疊inas: 132


Receba nossas promo鋏es por e-mail: