A história das irmãs marcelinas: fundação do Colégio dos Anjos em Botucatu (1912)

A história das irmãs marcelinas: fundação do Colégio dos Anjos em Botucatu (1912)

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525214665

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Durante 95 anos de história, o Colégio dos Anjos, pertencente à Congregação Marcelina, desenvolveu uma imagem de escola de qualidade e que propicia uma formação integral.

Duas datas foram significativas para delimitar o presente estudo: a fundação da Congregação na Itália, em 1838, e a instalação do Colégio dos Anjos, em 1912, em Botucatu-SP.

Essa pesquisa contribuirá com as discussões em torno do lugar social da escola e da escolaridade na primeira metade do século XX, e especificamente com a expansão das escolas católicas, sua relação com a sociedade, com as famílias e com outras instituições.

Foram analisados documentos que apontaram, como pressuposto, formar mulheres. A saída das meninas de seus lares para um colégio teve forte influência da religião e da política, mostrando um perfil da mulher na sociedade a partir da Primeira República.

O colégio presenciou e participou dos eventos da época de ideais liberais democráticos, que fizeram a República; discursos de políticos e de intelectuais impregnados de nacionalismo e civismo, em que o país buscava a construção de uma identidade própria, devido à multiplicidade racial e cultural do Brasil. A educação foi o meio mais eficaz para isso, inclusive, para a expansão da Igreja. Recuperou-se as dimensões pessoais, psíquicas e sociais expressas nas relações com o colégio em análise e a articulação com a memória coletiva acompanhadas de discussões do campo educacional influenciadas pelas mudanças econômicas e políticas do país.



Características

  • Ano: 2021
  • Autor: NEISE MARINO CARDOSO
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525214665
  • Nº de Páginas: 132


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Durante 95 anos de história, o Colégio dos Anjos, pertencente à Congregação Marcelina, desenvolveu uma imagem de escola de qualidade e que propicia uma formação integral.

Duas datas foram significativas para delimitar o presente estudo: a fundação da Congregação na Itália, em 1838, e a instalação do Colégio dos Anjos, em 1912, em Botucatu-SP.

Essa pesquisa contribuirá com as discussões em torno do lugar social da escola e da escolaridade na primeira metade do século XX, e especificamente com a expansão das escolas católicas, sua relação com a sociedade, com as famílias e com outras instituições.

Foram analisados documentos que apontaram, como pressuposto, formar mulheres. A saída das meninas de seus lares para um colégio teve forte influência da religião e da política, mostrando um perfil da mulher na sociedade a partir da Primeira República.

O colégio presenciou e participou dos eventos da época de ideais liberais democráticos, que fizeram a República; discursos de políticos e de intelectuais impregnados de nacionalismo e civismo, em que o país buscava a construção de uma identidade própria, devido à multiplicidade racial e cultural do Brasil. A educação foi o meio mais eficaz para isso, inclusive, para a expansão da Igreja. Recuperou-se as dimensões pessoais, psíquicas e sociais expressas nas relações com o colégio em análise e a articulação com a memória coletiva acompanhadas de discussões do campo educacional influenciadas pelas mudanças econômicas e políticas do país.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2021
  • Autor: NEISE MARINO CARDOSO
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525214665
  • Nº de Páginas: 132


Receba nossas promoções por e-mail: