A política pública de Direitos Humanos fundamentada na luta por reconhecimento

A política pública de Direitos Humanos fundamentada na luta por reconhecimento

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786559565207

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A política pública social de Direitos Humanos, pela ausência de determinação normativa, não possui objetivos específicos que conduzam sua atuação. Este livro pretende demonstrar uma proposta de sistematização para a política pública dessa matéria. Para tanto, busca-se amparo na obra Luta por reconhecimento, de Axel Honneth. O autor, ao validar empiricamente a sequência ordenada de três etapas de reconhecimento propostas por Hegel (amor, direito e solidariedade), estabelece que as resistências políticas são fruto das experiências de maus-tratos (que afetam a autoconfiança), exclusão e privação de direitos (que afetam o autorrespeito) e ofensa e degradação (que afetam a autoestima). As resistências políticas, enquanto manifestações dos reconhecimentos recusados, determinam o local da observação, tanto do ponto de vista social quanto do ponto de vista sujeital da política pública social de Direitos Humanos. É focalizando o sujeito e também a sociedade que esse livro estabelece, a partir de uma interpretação hermenêutica, dois grandes objetivos específicos para a política pública de Direitos Humanos.



Características

Características


  • Ano: 2021
  • Autor: BÁRBARA AMELIZE COSTA
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786559565207
  • Nº de Páginas: 168


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A política pública social de Direitos Humanos, pela ausência de determinação normativa, não possui objetivos específicos que conduzam sua atuação. Este livro pretende demonstrar uma proposta de sistematização para a política pública dessa matéria. Para tanto, busca-se amparo na obra Luta por reconhecimento, de Axel Honneth. O autor, ao validar empiricamente a sequência ordenada de três etapas de reconhecimento propostas por Hegel (amor, direito e solidariedade), estabelece que as resistências políticas são fruto das experiências de maus-tratos (que afetam a autoconfiança), exclusão e privação de direitos (que afetam o autorrespeito) e ofensa e degradação (que afetam a autoestima). As resistências políticas, enquanto manifestações dos reconhecimentos recusados, determinam o local da observação, tanto do ponto de vista social quanto do ponto de vista sujeital da política pública social de Direitos Humanos. É focalizando o sujeito e também a sociedade que esse livro estabelece, a partir de uma interpretação hermenêutica, dois grandes objetivos específicos para a política pública de Direitos Humanos.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Ano: 2021
  • Autor: BÁRBARA AMELIZE COSTA
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786559565207
  • Nº de Páginas: 168


Receba nossas promoções por e-mail: