Análise das Agendas ambiental e agrícola: nas gestões dos governos estaduais do Mato Grosso entre 2011 e 2018

Análise das Agendas ambiental e agrícola: nas gestões dos governos estaduais do Mato Grosso entre 2011 e 2018

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525224374

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A conservação ambiental é uma preocupação comum da humanidade, por ser indispensável para sua subsistência e, ao mesmo tempo, sofrer diretamente com os efeitos da sua utilização para produção de alimentos às populações. O planeta se encontra no limite, apresentando uma desproporção entre o seu número populacional e a sua capacidade de produção, sendo necessária uma reorganização na forma do ser humano se relacionar com os recursos naturais, para assegurar a possibilidade de sobrevivência das gerações futuras. Diante da devastação dos recursos naturais em escala global, decorrentes da relação do ser humano com o ambiente, os debates sobre as agendas ambiental e agrícola foram incluídos entre as preocupações de todas as nações. O Brasil, por abrigar 70% da biodiversidade do mundo e deter a maior planície inundável e a maior floresta tropical úmida e, ao mesmo tempo, ser um dos maiores produtores agrícolas mundiais, não pode ignorar o seu papel nos debates em relação a ambas as agendas. Por o Mato Grosso ser o estado brasileiro mais rico em biodiversidade e, ao mesmo tempo, o maior produtor agrícola do país, não se pode negar a importância da análise do tratamento dispensado pelas gestões públicas estaduais na busca de desenvolvimento de políticas públicas, que tenham como objetivo a busca pelo equilíbrio da relação entre as agendas ambiental e agrícola.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Alexander Santos
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525224374
  • Nº de Páginas: 80
  • Capa: Flexível


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A conservação ambiental é uma preocupação comum da humanidade, por ser indispensável para sua subsistência e, ao mesmo tempo, sofrer diretamente com os efeitos da sua utilização para produção de alimentos às populações. O planeta se encontra no limite, apresentando uma desproporção entre o seu número populacional e a sua capacidade de produção, sendo necessária uma reorganização na forma do ser humano se relacionar com os recursos naturais, para assegurar a possibilidade de sobrevivência das gerações futuras. Diante da devastação dos recursos naturais em escala global, decorrentes da relação do ser humano com o ambiente, os debates sobre as agendas ambiental e agrícola foram incluídos entre as preocupações de todas as nações. O Brasil, por abrigar 70% da biodiversidade do mundo e deter a maior planície inundável e a maior floresta tropical úmida e, ao mesmo tempo, ser um dos maiores produtores agrícolas mundiais, não pode ignorar o seu papel nos debates em relação a ambas as agendas. Por o Mato Grosso ser o estado brasileiro mais rico em biodiversidade e, ao mesmo tempo, o maior produtor agrícola do país, não se pode negar a importância da análise do tratamento dispensado pelas gestões públicas estaduais na busca de desenvolvimento de políticas públicas, que tenham como objetivo a busca pelo equilíbrio da relação entre as agendas ambiental e agrícola.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Alexander Santos
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525224374
  • Nº de Páginas: 80
  • Capa: Flexível


Receba nossas promoções por e-mail: