Bergson e as duas vias de acesso ao real: entre a metodologia intuitiva e a metodologia analítica

Bergson e as duas vias de acesso ao real: entre a metodologia intuitiva e a metodologia analítica

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525210650

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Neste livro o leitor encontrará uma instigante análise da filosofia e método desenvolvidos por Henri Bergson. Ao abrir as primeiras páginas, notará que não se trata de mais uma leitura a compor um conjunto crítico que tem crescido vertiginosamente nos últimos anos em nosso país, impulsionada por uma descoberta ou redescoberta do pensamento do filósofo. Mais do que promover uma exegese dos textos, trata-se de uma compreensão profunda das intenções do outor, cujo ápex é seu método intuitivo. Dessa forma, ao supormos que o método intuitivo e sua contraposição ao método analítico é a porta aberta por Bergson que nos permite vislumbrar o que constitui essa dimensão psicológica que nos dá acesso ao real, chegamos também às oposições entre tempo e espaço, conhecimento metafísico (conhecimento absoluto) e conhecimento científico (conhecimento relativo). Assim, compreender a defesa bergsoniana de uma Metafísica da experiência integral, a defesa de uma Metafísica do espírito, que conhece sem mediações, nos permite perceber uma noção que se contrapõe às concepções tradicionais de Metafísica, cujas abstrações fundamentam-se em conceitos gerais. Dessa forma, Bergson é levado a precisar seu método em consonância com uma revitalização da Metafísica num contexto no qual esta se encontrava sob a suspeita da ciência positiva. 



Características

  • Ano: 2021
  • Autor: Lázaro Alves
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525210650
  • Nº de Páginas: 128


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Neste livro o leitor encontrará uma instigante análise da filosofia e método desenvolvidos por Henri Bergson. Ao abrir as primeiras páginas, notará que não se trata de mais uma leitura a compor um conjunto crítico que tem crescido vertiginosamente nos últimos anos em nosso país, impulsionada por uma descoberta ou redescoberta do pensamento do filósofo. Mais do que promover uma exegese dos textos, trata-se de uma compreensão profunda das intenções do outor, cujo ápex é seu método intuitivo. Dessa forma, ao supormos que o método intuitivo e sua contraposição ao método analítico é a porta aberta por Bergson que nos permite vislumbrar o que constitui essa dimensão psicológica que nos dá acesso ao real, chegamos também às oposições entre tempo e espaço, conhecimento metafísico (conhecimento absoluto) e conhecimento científico (conhecimento relativo). Assim, compreender a defesa bergsoniana de uma Metafísica da experiência integral, a defesa de uma Metafísica do espírito, que conhece sem mediações, nos permite perceber uma noção que se contrapõe às concepções tradicionais de Metafísica, cujas abstrações fundamentam-se em conceitos gerais. Dessa forma, Bergson é levado a precisar seu método em consonância com uma revitalização da Metafísica num contexto no qual esta se encontrava sob a suspeita da ciência positiva. 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2021
  • Autor: Lázaro Alves
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525210650
  • Nº de Páginas: 128


Receba nossas promoções por e-mail: