Brasileiros exilados na Arg駘ia

Brasileiros exilados na Arg駘ia

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786559568321

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

Durante a ditadura civil-militar, brasileiros que se opunham ao regime exilaram-se em diferentes países, como França, Chile, México, Cuba, Portugal, Uruguai, Argélia e Itália. Ex-presidentes, governadores depostos, líderes sindicais, estudantes, jornalistas e integrantes de organizações de luta armada foram vigiados no exterior por setores de embaixadas e agentes ligados ao Sistema Nacional de Informações. Os exilados denunciaram as violações da ditadura brasileira contra os Direitos Humanos e estabeleceram relações de colaboração para obter informações sobre o que ocorria no Brasil, promover eventos acadêmicos e artísticos contra a Ditadura e apoiar compatriotas que precisavam de refúgio ou auxílio para se deslocar entre países. A Argélia foi fundamental para a organização desta rede de colaboração. Os exilados na capital Argel receberam apoio do governo de Houari Boumédiène. Sob liderança do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, os brasileiros criaram a Frente Brasileira de Informações, que publicava jornais em distintas capitais do mundo. Argel recebeu quarenta brasileiros banidos no caso do sequestro do embaixador alemão, Ehrenfried von Holleben, e foi local estratégico para viagens de exilados em direção a Cuba, onde havia treinamento guerrilheiro, e à Europa, onde estava a maioria dos brasileiros.



Caractersticas

Caractersticas


  • Ano: 2021
  • Autor: F畸io Lucas da Cruz
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786559568321
  • Nコ de P疊inas: 308


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

Durante a ditadura civil-militar, brasileiros que se opunham ao regime exilaram-se em diferentes países, como França, Chile, México, Cuba, Portugal, Uruguai, Argélia e Itália. Ex-presidentes, governadores depostos, líderes sindicais, estudantes, jornalistas e integrantes de organizações de luta armada foram vigiados no exterior por setores de embaixadas e agentes ligados ao Sistema Nacional de Informações. Os exilados denunciaram as violações da ditadura brasileira contra os Direitos Humanos e estabeleceram relações de colaboração para obter informações sobre o que ocorria no Brasil, promover eventos acadêmicos e artísticos contra a Ditadura e apoiar compatriotas que precisavam de refúgio ou auxílio para se deslocar entre países. A Argélia foi fundamental para a organização desta rede de colaboração. Os exilados na capital Argel receberam apoio do governo de Houari Boumédiène. Sob liderança do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, os brasileiros criaram a Frente Brasileira de Informações, que publicava jornais em distintas capitais do mundo. Argel recebeu quarenta brasileiros banidos no caso do sequestro do embaixador alemão, Ehrenfried von Holleben, e foi local estratégico para viagens de exilados em direção a Cuba, onde havia treinamento guerrilheiro, e à Europa, onde estava a maioria dos brasileiros.

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

Caractersticas


  • Ano: 2021
  • Autor: F畸io Lucas da Cruz
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786559568321
  • Nコ de P疊inas: 308


Receba nossas promo鋏es por e-mail: