De realidade fraturada a patrimônio cultural: o rompimento da barragem da Samarco e a patrimonialização da Capela de Santo Antônio em Paracatu de Baixo

De realidade fraturada a patrimônio cultural: o rompimento da barragem da Samarco e a patrimonialização da Capela de Santo Antônio em Paracatu de Baixo

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525256634

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A capela de Santo Antônio, localizada no subdistrito de Paracatu de Baixo, na cidade de Mariana-MG, é uma das várias imagens que referenciam o rompimento da barragem de Fundão, pertencente à Samarco, ocorrido em novembro de 2015. A partir desse acontecimento, investigaram-se as mudanças de sentido em torno desse templo que se manteve erguido a despeito da passagem da lama de rejeitos, sendo reconhecido, atualmente, na qualidade de patrimônio cultural do município de Mariana, cidade que figura como uma importante referência nacional sob aspecto dos patrimônios históricos e culturais. Este estudo transdisciplinar entre os campos da Comunicação e do Patrimônio Cultural enfocou na compreensão do rompimento da barragem enquanto um acontecimento, observando suas reverberações no subdistrito e no processo de patrimonialização da Capela de Santo Antônio por meio da análise das temporalidades manifestadas, dos contextos, da presença ou ausência de atores sociais e dos diferentes valores atribuídos à edificação. Os recursos metodológicos adotados pertencem ao campo qualitativo e empírico, conjugando-se à pesquisa bibliográfica e documental; recorre a técnicas da análise de conteúdo, de entrevistas semiestruturadas e grupo focal. Os resultados dos estudos revelaram o desequilíbrio entre as vozes que oficialmente se pronunciaram no processo de patrimonialização da capela, com fraca participação da comunidade, bem como identificaram os sentidos e valores predominantes na argumentação definidora daquele bem enquanto patrimônio cultural.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Tamara Marques
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525256634
  • Nº de Páginas: 148


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A capela de Santo Antônio, localizada no subdistrito de Paracatu de Baixo, na cidade de Mariana-MG, é uma das várias imagens que referenciam o rompimento da barragem de Fundão, pertencente à Samarco, ocorrido em novembro de 2015. A partir desse acontecimento, investigaram-se as mudanças de sentido em torno desse templo que se manteve erguido a despeito da passagem da lama de rejeitos, sendo reconhecido, atualmente, na qualidade de patrimônio cultural do município de Mariana, cidade que figura como uma importante referência nacional sob aspecto dos patrimônios históricos e culturais. Este estudo transdisciplinar entre os campos da Comunicação e do Patrimônio Cultural enfocou na compreensão do rompimento da barragem enquanto um acontecimento, observando suas reverberações no subdistrito e no processo de patrimonialização da Capela de Santo Antônio por meio da análise das temporalidades manifestadas, dos contextos, da presença ou ausência de atores sociais e dos diferentes valores atribuídos à edificação. Os recursos metodológicos adotados pertencem ao campo qualitativo e empírico, conjugando-se à pesquisa bibliográfica e documental; recorre a técnicas da análise de conteúdo, de entrevistas semiestruturadas e grupo focal. Os resultados dos estudos revelaram o desequilíbrio entre as vozes que oficialmente se pronunciaram no processo de patrimonialização da capela, com fraca participação da comunidade, bem como identificaram os sentidos e valores predominantes na argumentação definidora daquele bem enquanto patrimônio cultural.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Tamara Marques
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525256634
  • Nº de Páginas: 148


Receba nossas promoções por e-mail: