Desenvolvimento de Transistor de Efeito de Campo com Porta Estendida (EGFET) para Quantificação da Massa de Fósforo Removida de Pacientes Renais Crônicos nas Sessões de Hemodiálise

Desenvolvimento de Transistor de Efeito de Campo com Porta Estendida (EGFET) para Quantificação da Massa de Fósforo Removida de Pacientes Renais Crônicos nas Sessões de Hemodiálise

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786527014010

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Este trabalho é o resultado da pesquisa sobre o transistor de efeito de campo com porta estendida (EGFET) que contribuiu para a avaliação do processo de hemodiálise no tratamento para pacientes renais crônicos. Trata-se de uma inovação, que permitirá ao médico nefrologista o controle do nível de fósforo no organismo do paciente renal crônico, e, portanto, um passo a mais na ciência médica com a contribuição do dispositivo EGFET fabricado. Substâncias em excesso como o fósforo são prejudiciais ao organismo, e o controle do nível sérico no paciente renal crônico, durante a hemodiálise, representa um desafio aos nefrologistas. O nível de fósforo no sangue acima do normal (hiperfosfatemia) está associado a casos de óbitos de pacientes renais crônicos. A partir desse problema então, foi desenvolvido um transistor de efeito de campo com porta estendida (EGFET) para ser utilizado na quantificação da massa de fósforo no dialisato total final extraída durante o processo de hemodiálise.



Características

  • Ano: 2024
  • Autor: Sergio Henrique Fernandes
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786527014010
  • Nº de Páginas: 200
  • Capa: Flexível


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Este trabalho é o resultado da pesquisa sobre o transistor de efeito de campo com porta estendida (EGFET) que contribuiu para a avaliação do processo de hemodiálise no tratamento para pacientes renais crônicos. Trata-se de uma inovação, que permitirá ao médico nefrologista o controle do nível de fósforo no organismo do paciente renal crônico, e, portanto, um passo a mais na ciência médica com a contribuição do dispositivo EGFET fabricado. Substâncias em excesso como o fósforo são prejudiciais ao organismo, e o controle do nível sérico no paciente renal crônico, durante a hemodiálise, representa um desafio aos nefrologistas. O nível de fósforo no sangue acima do normal (hiperfosfatemia) está associado a casos de óbitos de pacientes renais crônicos. A partir desse problema então, foi desenvolvido um transistor de efeito de campo com porta estendida (EGFET) para ser utilizado na quantificação da massa de fósforo no dialisato total final extraída durante o processo de hemodiálise.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2024
  • Autor: Sergio Henrique Fernandes
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786527014010
  • Nº de Páginas: 200
  • Capa: Flexível


Receba nossas promoções por e-mail: