Direito e Religião: retratos da intolerância às religiões afro-brasileiras no século XIX

Direito e Religião: retratos da intolerância às religiões afro-brasileiras no século XIX

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525294865

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

“Direito e religião: retratos da intolerância às religiões afro-brasileiras no século XIX” é fruto da dissertação de mestrado do autor, grau obtido na Faculdade de direito do Largo de São Francisco (FD-USP).

Em sua pesquisa, o autor busca compreender a relação entre o Direito e as religiosidades afro-brasileiras no século XIX. Para tanto, busca-se analisar e mapear os múltiplos significados de “batuques”, “zungus”, “casas de dar fortuna”, “candombes” e “candomblés”.

Dessa forma, o texto convida o leitor a conhecer as manifestações religiosas da época, por meio de relatos sobre objetos encontrados em locais de culto e através de notícias de jornais e periódicos. Assim, o autor traça paralelos e aproximações entre as práticas religiosas afro-brasileiras dos oitocentos e as atuais.

O leitor é apresentado aos protagonistas de tais cultos, como Juca Rosa, Laurentino Inocencio, Papai Félix, Rainha Mandinga e tantos outros. A trajetória dos mencionados sacerdotes, contada pelos jornais, é o fio condutor que leva aos cultos e cerimônias religiosas, possibilitando a compreensão de como se davam as relações de acordos que permitiram a sobrevivência de tais cultos.

Ao fim, discute-se a fragilidade dos instrumentos permissivos – dos acordos – e das razões que levaram ao aumento da perseguição aos fenômenos religiosos afro-brasileiros no final do século XIX.



Características

  • Ano: 2023
  • Autor: Fernando Perez da Cunha Lima
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525294865
  • Nº de Páginas: 172
  • Capa: Flexível


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

“Direito e religião: retratos da intolerância às religiões afro-brasileiras no século XIX” é fruto da dissertação de mestrado do autor, grau obtido na Faculdade de direito do Largo de São Francisco (FD-USP).

Em sua pesquisa, o autor busca compreender a relação entre o Direito e as religiosidades afro-brasileiras no século XIX. Para tanto, busca-se analisar e mapear os múltiplos significados de “batuques”, “zungus”, “casas de dar fortuna”, “candombes” e “candomblés”.

Dessa forma, o texto convida o leitor a conhecer as manifestações religiosas da época, por meio de relatos sobre objetos encontrados em locais de culto e através de notícias de jornais e periódicos. Assim, o autor traça paralelos e aproximações entre as práticas religiosas afro-brasileiras dos oitocentos e as atuais.

O leitor é apresentado aos protagonistas de tais cultos, como Juca Rosa, Laurentino Inocencio, Papai Félix, Rainha Mandinga e tantos outros. A trajetória dos mencionados sacerdotes, contada pelos jornais, é o fio condutor que leva aos cultos e cerimônias religiosas, possibilitando a compreensão de como se davam as relações de acordos que permitiram a sobrevivência de tais cultos.

Ao fim, discute-se a fragilidade dos instrumentos permissivos – dos acordos – e das razões que levaram ao aumento da perseguição aos fenômenos religiosos afro-brasileiros no final do século XIX.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2023
  • Autor: Fernando Perez da Cunha Lima
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525294865
  • Nº de Páginas: 172
  • Capa: Flexível


Receba nossas promoções por e-mail: