Ensino noturno na província de Sergipe: instrução primária pública para os adultos trabalhadores (1871-1889)

Ensino noturno na província de Sergipe: instrução primária pública para os adultos trabalhadores (1871-1889)

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525220130

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

O estudo dessa pesquisa parte da premissa de que a instrução pública de ensino primário na província de Sergipe em 1871 instituiu um projeto de educação para a classe popular, compreendido como necessário à instrução de aprender a ler, escrever e somar. O curso de ensino noturno foi instituído na administração do presidente Antônio Cândido da Cunha Leitão e aprovado pela assembleia legislativa da província, visando à modernização da sociedade através da educação como processo civilizatório. Neste sentido, os beneficiados eram os adultos trabalhadores, jovens e crianças que no cotidiano, do dia a dia, trabalhavam e ficavam fora do ciclo da educação formal escolar. Além desse fato, o número de analfabetos era bastante elevado e o crescimento urbano e comercial de Aracaju necessitava do processo civilizador de modernização.

O estudo está dividido por seções: A primeira seção, introdutória. A segunda seção, "Expansão do ensino noturno no Império Brasileiro e o contexto de crescimento comercial e industrial", traz o ensino noturno instituído nas províncias. A terceira seção trata especificamente do ensino noturno na província de Sergipe no Século XIX. Por último, foi abordada a contribuição de Antônio Cândido da Cunha Leitão para a educação em Sergipe e no Brasil Império. Refere-se à trajetória e seus feitos políticos em prol da educação na província de Sergipe e sua contribuição como deputado parlamentar em defesa da educação popular e do ensino livre no Brasil. 



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Maria dos Prazeres Nunes
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525220130
  • Nº de Páginas: 120


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

O estudo dessa pesquisa parte da premissa de que a instrução pública de ensino primário na província de Sergipe em 1871 instituiu um projeto de educação para a classe popular, compreendido como necessário à instrução de aprender a ler, escrever e somar. O curso de ensino noturno foi instituído na administração do presidente Antônio Cândido da Cunha Leitão e aprovado pela assembleia legislativa da província, visando à modernização da sociedade através da educação como processo civilizatório. Neste sentido, os beneficiados eram os adultos trabalhadores, jovens e crianças que no cotidiano, do dia a dia, trabalhavam e ficavam fora do ciclo da educação formal escolar. Além desse fato, o número de analfabetos era bastante elevado e o crescimento urbano e comercial de Aracaju necessitava do processo civilizador de modernização.

O estudo está dividido por seções: A primeira seção, introdutória. A segunda seção, "Expansão do ensino noturno no Império Brasileiro e o contexto de crescimento comercial e industrial", traz o ensino noturno instituído nas províncias. A terceira seção trata especificamente do ensino noturno na província de Sergipe no Século XIX. Por último, foi abordada a contribuição de Antônio Cândido da Cunha Leitão para a educação em Sergipe e no Brasil Império. Refere-se à trajetória e seus feitos políticos em prol da educação na província de Sergipe e sua contribuição como deputado parlamentar em defesa da educação popular e do ensino livre no Brasil. 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Maria dos Prazeres Nunes
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525220130
  • Nº de Páginas: 120


Receba nossas promoções por e-mail: