Escravid縊 contempor穗ea atrav駸 das janelas dos Direitos Humanos: an疝ise do crime de trabalho escravo na perspectiva do sistema de prote鈬o internacional

Escravid縊 contempor穗ea atrav駸 das janelas dos Direitos Humanos: an疝ise do crime de trabalho escravo na perspectiva do sistema de prote鈬o internacional

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786525236247

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

A Organiza鈬o Internacional do Trabalho (OIT) e seus rg縊s vinculados, em 2016, estimaram que no mundo existem mais de quarenta milhes de pessoas submetidas ao trabalho escravo contempor穗eo e pr疸icas an疝ogas. O Brasil, por sua vez, sendo a ltima na鈬o da Am駻ica do Sul a abolir a escravid縊 enquanto institui鈬o formal e permitida, abriga cerca de 369 (trezentas e sessenta e nove) mil pessoas submetidas ao trabalho escravo contempor穗eo em seu territrio, conforme ndice endossado pela OIT em 2018.

Nesse sentido, o Governo Brasileiro reconheceu a persist麩cia do trabalho escravo em solo nacional frente aos organismos internacionais, adotando medidas para sua coibi鈬o. Entretanto, o Estado Brasileiro sofreu repres疝ias perante a Organiza鈬o dos Estados Americanos e o Sistema Interamericano de Direitos Humanos, ostentando, inclusive, recente condena鈬o por responsabilidade internacional na Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em virtude de flagrante omiss縊 em graves denncias de trabalho escravo. Desse modo, a presente pesquisa tem como tema geral analisar a escravid縊 contempor穗ea sob o vi駸 da prote鈬o dos Direitos Humanos. Em delimita鈬o tem疸ica, o escopo do estudo constitui-se no trabalho an疝ogo ao de escravo brasileiro, tanto abordando o cen疵io f疸ico, quanto o entendimento jurdico-penal sobre o problema.



Caractersticas

  • Ano: 2022
  • Autor: Gabriela Di Pasqua Pereira
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525236247
  • Nコ de P疊inas: 376
  • Capa: Flexvel


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

A Organiza鈬o Internacional do Trabalho (OIT) e seus rg縊s vinculados, em 2016, estimaram que no mundo existem mais de quarenta milhes de pessoas submetidas ao trabalho escravo contempor穗eo e pr疸icas an疝ogas. O Brasil, por sua vez, sendo a ltima na鈬o da Am駻ica do Sul a abolir a escravid縊 enquanto institui鈬o formal e permitida, abriga cerca de 369 (trezentas e sessenta e nove) mil pessoas submetidas ao trabalho escravo contempor穗eo em seu territrio, conforme ndice endossado pela OIT em 2018.

Nesse sentido, o Governo Brasileiro reconheceu a persist麩cia do trabalho escravo em solo nacional frente aos organismos internacionais, adotando medidas para sua coibi鈬o. Entretanto, o Estado Brasileiro sofreu repres疝ias perante a Organiza鈬o dos Estados Americanos e o Sistema Interamericano de Direitos Humanos, ostentando, inclusive, recente condena鈬o por responsabilidade internacional na Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em virtude de flagrante omiss縊 em graves denncias de trabalho escravo. Desse modo, a presente pesquisa tem como tema geral analisar a escravid縊 contempor穗ea sob o vi駸 da prote鈬o dos Direitos Humanos. Em delimita鈬o tem疸ica, o escopo do estudo constitui-se no trabalho an疝ogo ao de escravo brasileiro, tanto abordando o cen疵io f疸ico, quanto o entendimento jurdico-penal sobre o problema.

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Gabriela Di Pasqua Pereira
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525236247
  • Nコ de P疊inas: 376
  • Capa: Flexvel


Receba nossas promo鋏es por e-mail: