Evidências empíricas sobre a relação entre crescimento econômico e desigualdade de renda: análise para os casos do Brasil, dos estados brasileiros e da América Latina

Evidências empíricas sobre a relação entre crescimento econômico e desigualdade de renda: análise para os casos do Brasil, dos estados brasileiros e da América Latina

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525231310

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Considerando a inexistência de um consenso na literatura sobre a relação entre o crescimento econômico e a desigualdade de renda e a importância desse debate para a formulação de políticas públicas adequadas, objetiva-se produzir evidências empíricas que possibilitem compreender a forma como ela se expressa e interage em conjunto com outros indicadores que compõem o ambiente macroeconômico. Para tanto, procedeu-se ao método das equações simultâneas para a formulação de três modelos concebidos com o intuito de estimar os coeficientes das variáveis em contextos distintos. Desse modo, observou-se que há indícios suficientes para demonstrar que a desigualdade de renda exerce um impacto negativo sobre o crescimento econômico nos casos estudados, porém a recíproca não possui condições adequadas para ser caracterizada como verdadeira ou falsa, dadas a ambiguidade e a baixa significância estatística dos valores gerados pelos modelos.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Alan da Silva Cardoso
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525231310
  • Nº de Páginas: 108


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Considerando a inexistência de um consenso na literatura sobre a relação entre o crescimento econômico e a desigualdade de renda e a importância desse debate para a formulação de políticas públicas adequadas, objetiva-se produzir evidências empíricas que possibilitem compreender a forma como ela se expressa e interage em conjunto com outros indicadores que compõem o ambiente macroeconômico. Para tanto, procedeu-se ao método das equações simultâneas para a formulação de três modelos concebidos com o intuito de estimar os coeficientes das variáveis em contextos distintos. Desse modo, observou-se que há indícios suficientes para demonstrar que a desigualdade de renda exerce um impacto negativo sobre o crescimento econômico nos casos estudados, porém a recíproca não possui condições adequadas para ser caracterizada como verdadeira ou falsa, dadas a ambiguidade e a baixa significância estatística dos valores gerados pelos modelos.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Alan da Silva Cardoso
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525231310
  • Nº de Páginas: 108


Receba nossas promoções por e-mail: