Fatores Psicológicos Positivos e Transtorno do Estresse Pós-Traumático em Servidores Penitenciários: uma importante relação

Fatores Psicológicos Positivos e Transtorno do Estresse Pós-Traumático em Servidores Penitenciários: uma importante relação

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525274713

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

O desenvolvimento de algum tipo de transtorno mental nos trabalhadores do sistema penitenciário do Brasil – como o transtorno do estresse pós-traumático, devido à vulnerabilidade criada pela exposição contínua à violência – bem como o de fatores protetivos, nesse caso, otimismo, resiliência e satisfação com a vida, como forma de lidar com essa mesma exposição são os temas tratados neste estudo. Foi avaliada a relação entre fatores psicológicos positivos e sintomas de estresse pós-traumático em agentes penitenciários, agentes administrativos e técnicos superiores penitenciários do sistema prisional da região sul do Rio Grande do Sul. Foi realizada uma pesquisa do tipo quantitativa e transversal. A amostra foi constituída por 116 trabalhadores da Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE) do sul do Rio Grande do Sul, incluindo agentes penitenciários, agentes penitenciários administrativos e técnicos superiores penitenciários. Os sintomas do Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) foram avaliados através da Lista de Verificação do Transtorno do Estresse Pós-Traumático para DSM-5 (PCL-5). Para a identificação dos fatores psicológicos positivos, foram utilizadas as escalas de satisfação com a vida (SWLS), o Teste de Orientação da Vida (LOT-R) para verificar o otimismo e a Escala de Resiliência Connor-Davidson (CD-RISK-10) para verificar a resiliência.



Características

  • Ano: 2023
  • Autor: Jorge Vinícius Moura de Souza
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525274713
  • Nº de Páginas: 96
  • Capa: Flexível


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

O desenvolvimento de algum tipo de transtorno mental nos trabalhadores do sistema penitenciário do Brasil – como o transtorno do estresse pós-traumático, devido à vulnerabilidade criada pela exposição contínua à violência – bem como o de fatores protetivos, nesse caso, otimismo, resiliência e satisfação com a vida, como forma de lidar com essa mesma exposição são os temas tratados neste estudo. Foi avaliada a relação entre fatores psicológicos positivos e sintomas de estresse pós-traumático em agentes penitenciários, agentes administrativos e técnicos superiores penitenciários do sistema prisional da região sul do Rio Grande do Sul. Foi realizada uma pesquisa do tipo quantitativa e transversal. A amostra foi constituída por 116 trabalhadores da Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE) do sul do Rio Grande do Sul, incluindo agentes penitenciários, agentes penitenciários administrativos e técnicos superiores penitenciários. Os sintomas do Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) foram avaliados através da Lista de Verificação do Transtorno do Estresse Pós-Traumático para DSM-5 (PCL-5). Para a identificação dos fatores psicológicos positivos, foram utilizadas as escalas de satisfação com a vida (SWLS), o Teste de Orientação da Vida (LOT-R) para verificar o otimismo e a Escala de Resiliência Connor-Davidson (CD-RISK-10) para verificar a resiliência.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2023
  • Autor: Jorge Vinícius Moura de Souza
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525274713
  • Nº de Páginas: 96
  • Capa: Flexível


Receba nossas promoções por e-mail: