Menores desvalidos nas malhas do Judici疵io (1889-1927)

Menores desvalidos nas malhas do Judici疵io (1889-1927)

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786525242033

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

“モia, que eu me queixo ao juiz de orfe!” Era assim que a menina Leonor, personagem de O Corti輟 de Alusio de Azevedo (1890), respondia 灣 ca輟adas maliciosas dos fregueses e caixeiros da venda de Jo縊 Rom縊. Em suas incurses pela taverna, a viol麩cia de cunho sexual a que a menina estava submetida era explcita: “n縊 tinha um instante de sossego, [...] a fugir dos punhos calosos dos cavouqueiros que, entre risadas, tentavam agarr-la”. Leonor ent縊 insistia, afirmando “que se queixava ao juiz de orfe” – qui釿 o mesmo magistrado que a entregou a seus patres.

Resultado de densas pesquisas em aproximadamente 400 autos de tutoria e contrato de rf縊s da Comarca de Bragan軋-SP, Menores desvalidos nas malhas do Judici疵io (1889-1927) de Ana Cristina nos revela a experi麩cia histrica de meninos e meninas pobres cujos destinos, a exemplo de Leonor, estavam merc dos Juzes de モrf縊s da Primeira Repblica.

Curiosamente, no entanto, em alguns casos tratava-se de “rf縊s” que tinham pai e m綟 vivos; mas que, por serem pobres, eram retirados de suas famlias e entregues aos cuidados de tutores e contratantes pelo Poder Judici疵io. Assim como Leonor, algumas das crian軋s que emergem das p疊inas que se seguem s縊 negras, filhos e filhas de ex-escravas. O livro que temos em m縊s , portanto, uma contribui鈬o incontorn疱el para a Histria Social da Inf穗cia, bem como para a Histria do Direito e do Trabalho no Brasil.

Rodrigo Camargo de Godoi

Professor de Histria

IFCH-Unicamp



Caractersticas

  • Ano: 2022
  • Autor: Ana Cristina do Canto Lopes
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525242033
  • Nコ de P疊inas: 208


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

“モia, que eu me queixo ao juiz de orfe!” Era assim que a menina Leonor, personagem de O Corti輟 de Alusio de Azevedo (1890), respondia 灣 ca輟adas maliciosas dos fregueses e caixeiros da venda de Jo縊 Rom縊. Em suas incurses pela taverna, a viol麩cia de cunho sexual a que a menina estava submetida era explcita: “n縊 tinha um instante de sossego, [...] a fugir dos punhos calosos dos cavouqueiros que, entre risadas, tentavam agarr-la”. Leonor ent縊 insistia, afirmando “que se queixava ao juiz de orfe” – qui釿 o mesmo magistrado que a entregou a seus patres.

Resultado de densas pesquisas em aproximadamente 400 autos de tutoria e contrato de rf縊s da Comarca de Bragan軋-SP, Menores desvalidos nas malhas do Judici疵io (1889-1927) de Ana Cristina nos revela a experi麩cia histrica de meninos e meninas pobres cujos destinos, a exemplo de Leonor, estavam merc dos Juzes de モrf縊s da Primeira Repblica.

Curiosamente, no entanto, em alguns casos tratava-se de “rf縊s” que tinham pai e m綟 vivos; mas que, por serem pobres, eram retirados de suas famlias e entregues aos cuidados de tutores e contratantes pelo Poder Judici疵io. Assim como Leonor, algumas das crian軋s que emergem das p疊inas que se seguem s縊 negras, filhos e filhas de ex-escravas. O livro que temos em m縊s , portanto, uma contribui鈬o incontorn疱el para a Histria Social da Inf穗cia, bem como para a Histria do Direito e do Trabalho no Brasil.

Rodrigo Camargo de Godoi

Professor de Histria

IFCH-Unicamp

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Ana Cristina do Canto Lopes
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525242033
  • Nコ de P疊inas: 208


Receba nossas promo鋏es por e-mail: