Negritude em voz: educação, língua e literatura

Negritude em voz: educação, língua e literatura

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525251967

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

"Uma das mais profundas e seculares estratégias de colonialidade corresponde ao silenciamento, ao privar alguém de falar, falando pelo outre, outra/o. Muitas vezes, numa atitude de inibição, mencionamos "não vou falar" ou procuramos delegar o poder de fala a outra pessoa. E assim, historicamente, afirmaram e reafirmaram ideologias tóxicas. Diante dessas aparentes situações de fala ou ausência dela, falar é evocar ? chamar a ser e fazer-se notar, estando a voz associada à construção de identidade. Nessa perspectiva de soltar a voz, ressonar em amplitude e força própria, a luta contra as estratégias de dominação cultural, via linguagem, "Negritude em voz: educação, língua e literatura" se apresenta como um estímulo à voz da negritude. Vale a leitura pelo conteúdo, pelas abordagens e principalmente pelas circularidades culturais inseridas numa perspectiva de dar voz, de fazer ressoar a cultura afro-brasileira que há em mim, em cada um/a de nós! Ubuntu! "



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Clemilton Pereira dos Santos, Ireni Aparecida Moreira Brito e Eliane da Silva (Orgs.)
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525251967
  • Nº de Páginas: 136


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

"Uma das mais profundas e seculares estratégias de colonialidade corresponde ao silenciamento, ao privar alguém de falar, falando pelo outre, outra/o. Muitas vezes, numa atitude de inibição, mencionamos "não vou falar" ou procuramos delegar o poder de fala a outra pessoa. E assim, historicamente, afirmaram e reafirmaram ideologias tóxicas. Diante dessas aparentes situações de fala ou ausência dela, falar é evocar ? chamar a ser e fazer-se notar, estando a voz associada à construção de identidade. Nessa perspectiva de soltar a voz, ressonar em amplitude e força própria, a luta contra as estratégias de dominação cultural, via linguagem, "Negritude em voz: educação, língua e literatura" se apresenta como um estímulo à voz da negritude. Vale a leitura pelo conteúdo, pelas abordagens e principalmente pelas circularidades culturais inseridas numa perspectiva de dar voz, de fazer ressoar a cultura afro-brasileira que há em mim, em cada um/a de nós! Ubuntu! "

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Clemilton Pereira dos Santos, Ireni Aparecida Moreira Brito e Eliane da Silva (Orgs.)
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525251967
  • Nº de Páginas: 136


Receba nossas promoções por e-mail: