Nova Iorque das ruas e do texto: uma leitura de Maggie, uma Garota das Ruas, de Stephen Crane

Nova Iorque das ruas e do texto: uma leitura de Maggie, uma Garota das Ruas, de Stephen Crane

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786586897906

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

A presente obra tem como objetivo uma estudo do romance Maggie: a girl of the streets, de Stephen Crane, publicado em 1896, pertencente a est騁ica naturalista, tendo como foco a representa鈬o da cidade de Nova Iorque em fins do s馗ulo XIX, quando a modernidade e suas inova鋏es s縊 acompanhadas pela literatura, buscando entender quais discursos imortalizaram essa cidade, dentre eles, o posterior epteto Big Apple, adentrando na cidade transfigurada da realidade nova-iorquina onde circulam as personagens de Crane. Como principais desdobramentos, foi possvel compreender como na narrativa do autor o espa輟 citadino foi encenado em conjunto com o processo de constru鈬o identit疵ia das personagens, principalmente Maggie, e como os discursos sobre o urbano se articularam a partir dela. Assim, estudamos a representa鈬o da cidade de Nova Iorque, por meio da fic鈬o, bem como o processo articulatrio relacional existente entre os fatores histricos, ideolgicos e culturais na forma鈬o discursiva ficcional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de car疸er bibliogr畴ico. A pesquisa foi desenvolvida atrav駸 da leitura da obra liter疵ia, em tela, e de outras fontes que serviram de aportes tericos para a fundamenta鈬o e escrita deste trabalho, visando a uma proposta de estudo na 疵ea da Lingustica Aplicada (LA) e Literatura. Foram alcan軋dos os seguintes resultados: compreens縊 das duas cidades construdas por Crane: a real e a simblica, idealizada por Maggie; entendimento do qu縊 as duas cidades e seus discursos s縊 determinantes para a forma鈬o identit疵ia das personagens, notadamente de Maggie; reconhecimento de Nova Iorque como uma cidade icnica na obra escrita por Crane; apreens縊 do espa輟 citadino e seus discursos encenados e articulados a partir da forma鈬o identit疵ia de Maggie e seus deslocamentos pelas suas duas cidades. Para tanto, entre outros tericos, foram utilizados os seguintes autores: Moita Lopes (1996, 2006), Williams (2000, 2007, 2011), Geertz (2008), Volchinov ([1929], 2013), Bakhtin (2000), Hall (2006, 2009), Maingueneau (2002, 2006), Orlandi (2001, 2004), Berman (1986, 2009), Foucault (1999, 2000, 2005, 2008, 2012), Benjamin (1985), Barthes (1987), Guinsburg & Faria (2017).


Caractersticas

Caractersticas


  • Ano: 2020
  • Autor: Saide Feitosa da Silva
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786586897906
  • Nコ de P疊inas: 136


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
A presente obra tem como objetivo uma estudo do romance Maggie: a girl of the streets, de Stephen Crane, publicado em 1896, pertencente a est騁ica naturalista, tendo como foco a representa鈬o da cidade de Nova Iorque em fins do s馗ulo XIX, quando a modernidade e suas inova鋏es s縊 acompanhadas pela literatura, buscando entender quais discursos imortalizaram essa cidade, dentre eles, o posterior epteto Big Apple, adentrando na cidade transfigurada da realidade nova-iorquina onde circulam as personagens de Crane. Como principais desdobramentos, foi possvel compreender como na narrativa do autor o espa輟 citadino foi encenado em conjunto com o processo de constru鈬o identit疵ia das personagens, principalmente Maggie, e como os discursos sobre o urbano se articularam a partir dela. Assim, estudamos a representa鈬o da cidade de Nova Iorque, por meio da fic鈬o, bem como o processo articulatrio relacional existente entre os fatores histricos, ideolgicos e culturais na forma鈬o discursiva ficcional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de car疸er bibliogr畴ico. A pesquisa foi desenvolvida atrav駸 da leitura da obra liter疵ia, em tela, e de outras fontes que serviram de aportes tericos para a fundamenta鈬o e escrita deste trabalho, visando a uma proposta de estudo na 疵ea da Lingustica Aplicada (LA) e Literatura. Foram alcan軋dos os seguintes resultados: compreens縊 das duas cidades construdas por Crane: a real e a simblica, idealizada por Maggie; entendimento do qu縊 as duas cidades e seus discursos s縊 determinantes para a forma鈬o identit疵ia das personagens, notadamente de Maggie; reconhecimento de Nova Iorque como uma cidade icnica na obra escrita por Crane; apreens縊 do espa輟 citadino e seus discursos encenados e articulados a partir da forma鈬o identit疵ia de Maggie e seus deslocamentos pelas suas duas cidades. Para tanto, entre outros tericos, foram utilizados os seguintes autores: Moita Lopes (1996, 2006), Williams (2000, 2007, 2011), Geertz (2008), Volchinov ([1929], 2013), Bakhtin (2000), Hall (2006, 2009), Maingueneau (2002, 2006), Orlandi (2001, 2004), Berman (1986, 2009), Foucault (1999, 2000, 2005, 2008, 2012), Benjamin (1985), Barthes (1987), Guinsburg & Faria (2017).

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

Caractersticas


  • Ano: 2020
  • Autor: Saide Feitosa da Silva
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786586897906
  • Nコ de P疊inas: 136


Receba nossas promo鋏es por e-mail: