O casamento como forma de constituição da família e base do Estado: um estudo comparado entre a valoração do instituto do casamento nas legislações de Portugal e do Brasil

O casamento como forma de constituição da família e base do Estado: um estudo comparado entre a valoração do instituto do casamento nas legislações de Portugal e do Brasil

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525238814

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

O casamento como forma de constituição de família vem da necessidade do ser humano de se agrupar, de pertencer a algum lugar, de encontrar seu porto seguro e o seu refúgio no seio de seu grupo familiar, quer seja biológico ou não, monoparental ou poliparental.

A família como entidade histórica, interligada com os rumos e desvios da história e sua mutabilidade através dos tempos, traz influências nas reestruturações humanas de diferentes modelos familiares. Ela é a base estrutural da união de pessoas, perpetuando a espécie e buscando a efetivação de seus valores.

A formação da família e sua regulamentação têm sido objetos de discussão desde muito tempo, vários são os estudiosos que buscam uma explicação exata e uma justificação.

No início, a religião foi o princípio constitutivo da família, na qual a família se reunia em torno de um altar para as orações dentro da residência, e do lado de fora desta, a uma distância próxima, existiam túmulos de seus antepassados, onde havia oferendas e solicitações de proteção por parte da família.

Este livro traz, sem, contudo, esgotar o assunto, considerações e comparações deste instituto jurídico nas legislações de Portugal e do Brasil, desde a aplicação das ordenações portuguesas no Brasil até os dias de hoje, com suas evoluções acompanhando a valoração que cada sociedade deu ao instituto.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Weliton Guerra
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525238814
  • Nº de Páginas: 124
  • Capa: Flexível


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

O casamento como forma de constituição de família vem da necessidade do ser humano de se agrupar, de pertencer a algum lugar, de encontrar seu porto seguro e o seu refúgio no seio de seu grupo familiar, quer seja biológico ou não, monoparental ou poliparental.

A família como entidade histórica, interligada com os rumos e desvios da história e sua mutabilidade através dos tempos, traz influências nas reestruturações humanas de diferentes modelos familiares. Ela é a base estrutural da união de pessoas, perpetuando a espécie e buscando a efetivação de seus valores.

A formação da família e sua regulamentação têm sido objetos de discussão desde muito tempo, vários são os estudiosos que buscam uma explicação exata e uma justificação.

No início, a religião foi o princípio constitutivo da família, na qual a família se reunia em torno de um altar para as orações dentro da residência, e do lado de fora desta, a uma distância próxima, existiam túmulos de seus antepassados, onde havia oferendas e solicitações de proteção por parte da família.

Este livro traz, sem, contudo, esgotar o assunto, considerações e comparações deste instituto jurídico nas legislações de Portugal e do Brasil, desde a aplicação das ordenações portuguesas no Brasil até os dias de hoje, com suas evoluções acompanhando a valoração que cada sociedade deu ao instituto.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Weliton Guerra
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525238814
  • Nº de Páginas: 124
  • Capa: Flexível


Receba nossas promoções por e-mail: