O cruzeiro e a corrente: sociabilidade, esfera pública e influência maçônica na formação da Escola Superior de Guerra (1949-

O cruzeiro e a corrente: sociabilidade, esfera pública e influência maçônica na formação da Escola Superior de Guerra (1949-

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786586897289

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Não obstante esta ser uma instituição recente, se comparada à temporalidade das outras instituições que compõem o Ministério da Defesa no Brasil, a ESG também se caracteriza como uma das mais complexas, pois sua concepção diversa possibilita analisá-la por abordagens, ângulos e campos do conhecimento distintos. Esta tese procura evidenciar a influência maçônica presente na prática pedagógica e simbólica da Escola Superior de Guerra, especialmente no período 1949-1961, marcado pela sua formação e da construção de suas bases pedagógico-filosóficas, principalmente pela ação do Almirante Benjamin Sodré. Pretende-se ressaltar que a incorporação de práticas maçônicas veio a fazer parte do cotidiano da própria Escola, uma vez que seus cursos não objetivavam apenas a formação acadêmica, mas também fomentar um sentido de pertencimento e a criação de uma rede de confiança nacional entre seus ex-estagiários, materializada pela sua Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra, a ADESG. Pretende-se elucidar a maneira pela qual esta instituição, conhecida pela denominação "Escola", foi sendo organizada ao longo dos seus primeiros anos, constituindo-se como um espaço de sociabilidade e convergência entre civis e militares no intuito de manter uma esfera pública de debates, orientando-se por influenciar e resolver entraves em assuntos governamentais.



Características

  • Ano: 2020
  • Autor: Gilberto de Souza Vianna
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786586897289
  • Nº de Páginas: 268


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Não obstante esta ser uma instituição recente, se comparada à temporalidade das outras instituições que compõem o Ministério da Defesa no Brasil, a ESG também se caracteriza como uma das mais complexas, pois sua concepção diversa possibilita analisá-la por abordagens, ângulos e campos do conhecimento distintos. Esta tese procura evidenciar a influência maçônica presente na prática pedagógica e simbólica da Escola Superior de Guerra, especialmente no período 1949-1961, marcado pela sua formação e da construção de suas bases pedagógico-filosóficas, principalmente pela ação do Almirante Benjamin Sodré. Pretende-se ressaltar que a incorporação de práticas maçônicas veio a fazer parte do cotidiano da própria Escola, uma vez que seus cursos não objetivavam apenas a formação acadêmica, mas também fomentar um sentido de pertencimento e a criação de uma rede de confiança nacional entre seus ex-estagiários, materializada pela sua Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra, a ADESG. Pretende-se elucidar a maneira pela qual esta instituição, conhecida pela denominação "Escola", foi sendo organizada ao longo dos seus primeiros anos, constituindo-se como um espaço de sociabilidade e convergência entre civis e militares no intuito de manter uma esfera pública de debates, orientando-se por influenciar e resolver entraves em assuntos governamentais.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2020
  • Autor: Gilberto de Souza Vianna
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786586897289
  • Nº de Páginas: 268


Receba nossas promoções por e-mail: