O (des)velar do infantil do sujeito: deslizamentos da linguagem

O (des)velar do infantil do sujeito: deslizamentos da linguagem

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786525222257

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

A poesia aponta para um uso muito prim疵io da linguagem ao restituir as rela鋏es entre as palavras e as coisas. Assim, a origem da poesia confunde-se com a da prpria linguagem, como se ao restituir o la輟, o signo e a coisa, traz uma possvel inf穗cia da linguagem. Para ser poeta, escritor ou psicanalista, necess疵io errar a lngua, retroced-la, e assim voltar a inf穗cia de todos ns, escutar os fiapos e peda輟s de sentimentos que carregamos por equvoco, desconhecendo o que ir descobrir, restando apenas vista saber que vida, escrita, ou a escuta em an疝ise tocar os abismos da exist麩cia.

Com o poeta Manoel de Barros foi possvel ir acentuando o ato da escrita, deslocando litorais da inf穗cia, para v疵ias inf穗cias possveis. Algumas modificadas com o tempo, preservadas na memria, roubadas em cada esquina, uma inf穗cia que se perdeu em livros, narrativas, em protagoniza鋏es do ser, talvez roubada por cada um de ns diariamente em nossas falas e an疝ises mal resolvidas.



Caractersticas

  • Ano: 2022
  • Autor: Lusa Giordani Welter
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525222257
  • Nコ de P疊inas: 92
  • Capa: Flexvel


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

A poesia aponta para um uso muito prim疵io da linguagem ao restituir as rela鋏es entre as palavras e as coisas. Assim, a origem da poesia confunde-se com a da prpria linguagem, como se ao restituir o la輟, o signo e a coisa, traz uma possvel inf穗cia da linguagem. Para ser poeta, escritor ou psicanalista, necess疵io errar a lngua, retroced-la, e assim voltar a inf穗cia de todos ns, escutar os fiapos e peda輟s de sentimentos que carregamos por equvoco, desconhecendo o que ir descobrir, restando apenas vista saber que vida, escrita, ou a escuta em an疝ise tocar os abismos da exist麩cia.

Com o poeta Manoel de Barros foi possvel ir acentuando o ato da escrita, deslocando litorais da inf穗cia, para v疵ias inf穗cias possveis. Algumas modificadas com o tempo, preservadas na memria, roubadas em cada esquina, uma inf穗cia que se perdeu em livros, narrativas, em protagoniza鋏es do ser, talvez roubada por cada um de ns diariamente em nossas falas e an疝ises mal resolvidas.

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Lusa Giordani Welter
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525222257
  • Nコ de P疊inas: 92
  • Capa: Flexvel


Receba nossas promo鋏es por e-mail: