O discurso do ódio: a cultura do medo e a influência midiática sobre a (in)efetividade dos direitos fundamentais

O discurso do ódio: a cultura do medo e a influência midiática sobre a (in)efetividade dos direitos fundamentais

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786559565894

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Sem qualquer pretensão de encerrar um assunto que está longe de ter uma solução pragmática, esta obra ? repaginada desde a minha dissertação de mestrado ? teve como objetivo versar sobre as vertentes do discurso do ódio e as suas implicações jurídicas e sociais.

Verificou-se a supremacia da dignidade da pessoa humana - verdadeiro fundamento da República Federativa do Brasil - e seu eventual conflito com o abuso do direito à liberdade de expressão.

No decorrer deste emaranhado de ideias, foram apontados alguns dos desdobramentos do discurso do ódio, como o sexismo, o racismo e a homofobia, destacando a necessidade dos respectivos movimentos de luta para salvaguardar seus direitos, principalmente através da práxis.

Fundando não apenas na previsão legal para a proibição do discurso do ódio no ordenamento jurídico pátrio, como também nos tratados internacionais de que o Brasil faz parte, sustentou-se que a liberdade de expressão, embora fundamental num Estado democrático de direito, não é absoluta, notadamente quando seu conteúdo é odioso e não informativo.

A obra buscou expor ainda como o medo e sua propagação influenciam na formação do ódio e na consequente inversão ideológica dos direitos humanos. Por fim, apontou-se como a mídia pode ser responsável pelo mau e bom uso das informações, podendo suscitar ou aliviar esse medo.

Por esse motivo e a fim de assegurar a democratização da mídia a todos os grupos, uma efetiva regulação se mostrou necessária.

Regulação. Nunca censura.



Características

Características


  • Ano: 2021
  • Autor: MIRELE DOURADO PAULY
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786559565894
  • Nº de Páginas: 168


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Sem qualquer pretensão de encerrar um assunto que está longe de ter uma solução pragmática, esta obra ? repaginada desde a minha dissertação de mestrado ? teve como objetivo versar sobre as vertentes do discurso do ódio e as suas implicações jurídicas e sociais.

Verificou-se a supremacia da dignidade da pessoa humana - verdadeiro fundamento da República Federativa do Brasil - e seu eventual conflito com o abuso do direito à liberdade de expressão.

No decorrer deste emaranhado de ideias, foram apontados alguns dos desdobramentos do discurso do ódio, como o sexismo, o racismo e a homofobia, destacando a necessidade dos respectivos movimentos de luta para salvaguardar seus direitos, principalmente através da práxis.

Fundando não apenas na previsão legal para a proibição do discurso do ódio no ordenamento jurídico pátrio, como também nos tratados internacionais de que o Brasil faz parte, sustentou-se que a liberdade de expressão, embora fundamental num Estado democrático de direito, não é absoluta, notadamente quando seu conteúdo é odioso e não informativo.

A obra buscou expor ainda como o medo e sua propagação influenciam na formação do ódio e na consequente inversão ideológica dos direitos humanos. Por fim, apontou-se como a mídia pode ser responsável pelo mau e bom uso das informações, podendo suscitar ou aliviar esse medo.

Por esse motivo e a fim de assegurar a democratização da mídia a todos os grupos, uma efetiva regulação se mostrou necessária.

Regulação. Nunca censura.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Ano: 2021
  • Autor: MIRELE DOURADO PAULY
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786559565894
  • Nº de Páginas: 168


Receba nossas promoções por e-mail: