O Museu de Arte Contemporânea de Niterói: Contextos e Narrativas

O Museu de Arte Contemporânea de Niterói: Contextos e Narrativas

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525248608

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A partir de uma sociologia histórica, o autor evidencia contextos e narrativas sobre a criação do museu que mudou a história da cidade de Niterói/RJ. O MAC-Niterói é criação de Oscar Niemeyer, um dos maiores arquitetos do Brasil. O museu também enredou nas tramas de disputa da sua fundação atores como Ítalo Campofiorito, Anna Maria Niemeyer, Victor Arruda, João Sattamini, Jorge Roberto Silveira, João Sampaio e José Chacon de Assis. O projeto, que surgiu sem um planejamento prévio, teve como elemento motivador o empréstimo da coleção de objetos artísticos de João Sattamini. Por isso, acabou adquirindo forte apoio da mídia tradicional, especialmente os jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo. Porém, o Prefeito Jorge Roberto Silveira estava ainda mais interessado em realizar uma obra do arquiteto consagrado internacionalmente na sua cidade. Em meio ao emaranhado de interesses, formou-se um consenso em torno da construção; por outro lado, desencadearam-se conflitos com os jornais locais e certos atores do campo político municipal. Isso é apenas o início da história. Procurando relacionar o contexto social, histórico e político da cidade com as realizações do museu no campo artístico e museal, o livro traz uma perspectiva sociológica sobre a relação entre instituições, esfera pública, campos e atores sociais. A pesquisa que fundamentou a publicação recortou um período de tempo da fundação do MAC-Niterói, em 1991, até 2006, quando o museu completou dez anos de atividade.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Carlos Douglas Martins Pinheiro Filho
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525248608
  • Nº de Páginas: 212


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A partir de uma sociologia histórica, o autor evidencia contextos e narrativas sobre a criação do museu que mudou a história da cidade de Niterói/RJ. O MAC-Niterói é criação de Oscar Niemeyer, um dos maiores arquitetos do Brasil. O museu também enredou nas tramas de disputa da sua fundação atores como Ítalo Campofiorito, Anna Maria Niemeyer, Victor Arruda, João Sattamini, Jorge Roberto Silveira, João Sampaio e José Chacon de Assis. O projeto, que surgiu sem um planejamento prévio, teve como elemento motivador o empréstimo da coleção de objetos artísticos de João Sattamini. Por isso, acabou adquirindo forte apoio da mídia tradicional, especialmente os jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo. Porém, o Prefeito Jorge Roberto Silveira estava ainda mais interessado em realizar uma obra do arquiteto consagrado internacionalmente na sua cidade. Em meio ao emaranhado de interesses, formou-se um consenso em torno da construção; por outro lado, desencadearam-se conflitos com os jornais locais e certos atores do campo político municipal. Isso é apenas o início da história. Procurando relacionar o contexto social, histórico e político da cidade com as realizações do museu no campo artístico e museal, o livro traz uma perspectiva sociológica sobre a relação entre instituições, esfera pública, campos e atores sociais. A pesquisa que fundamentou a publicação recortou um período de tempo da fundação do MAC-Niterói, em 1991, até 2006, quando o museu completou dez anos de atividade.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Carlos Douglas Martins Pinheiro Filho
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525248608
  • Nº de Páginas: 212


Receba nossas promoções por e-mail: