O novo banco de desenvolvimento: um meio de exercício de poder para o BRICS

O novo banco de desenvolvimento: um meio de exercício de poder para o BRICS

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525227177

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

O estabelecimento do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) foi um passo importante na institucionalização do BRICS. Com tal avanço surgem questões: O NBD é um meio de exercício de poder? Por quê? A hipótese é que normas e atos institucionais do Banco constituem um meio de exercício de poder em várias dimensões. O marco teórico, que fundamenta a hipótese, é a literatura sobre o conceito de poder, principalmente a abordagem de David Baldwin (2013), acerca das dimensões do poder. Baldwin identificou cinco dimensões (escopo, domínio, custos, peso e meios). Por meio da soma de abordagens complementares, Nye (2011), Barnett e Duvall (2005), Strange (1994), Wight (2002), Berger (2005), Stuenkel (2017b), entre outros, identificamos mais seis dimensões do poder (método de aplicação de meios, incidência, agência vs. estrutura, grau de dominância, geográfica e grau de transição). O método é qualitativo e quantitativo, com a análise de dados empíricos e fontes primárias (Acordo Constitutivo, projetos, memorandos de entendimento, relatórios oficiais do Banco, entre outros), para a verificação do grau de presença de cada dimensão do poder na instituição NBD. Como resultados, foram identificadas repercussões do Novo Banco de Desenvolvimento para cada dimensão do poder.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Robson Cunha Rael
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525227177
  • Nº de Páginas: 140


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

O estabelecimento do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) foi um passo importante na institucionalização do BRICS. Com tal avanço surgem questões: O NBD é um meio de exercício de poder? Por quê? A hipótese é que normas e atos institucionais do Banco constituem um meio de exercício de poder em várias dimensões. O marco teórico, que fundamenta a hipótese, é a literatura sobre o conceito de poder, principalmente a abordagem de David Baldwin (2013), acerca das dimensões do poder. Baldwin identificou cinco dimensões (escopo, domínio, custos, peso e meios). Por meio da soma de abordagens complementares, Nye (2011), Barnett e Duvall (2005), Strange (1994), Wight (2002), Berger (2005), Stuenkel (2017b), entre outros, identificamos mais seis dimensões do poder (método de aplicação de meios, incidência, agência vs. estrutura, grau de dominância, geográfica e grau de transição). O método é qualitativo e quantitativo, com a análise de dados empíricos e fontes primárias (Acordo Constitutivo, projetos, memorandos de entendimento, relatórios oficiais do Banco, entre outros), para a verificação do grau de presença de cada dimensão do poder na instituição NBD. Como resultados, foram identificadas repercussões do Novo Banco de Desenvolvimento para cada dimensão do poder.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Robson Cunha Rael
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525227177
  • Nº de Páginas: 140


Receba nossas promoções por e-mail: