Os arranjos institucionais e o sistema de regulação: reflexões a respeito da industrialização brasileira nos anos 1930 e da Constituição de 1988

Os arranjos institucionais e o sistema de regulação: reflexões a respeito da industrialização brasileira nos anos 1930 e da Constituição de 1988

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525201030

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A obra analisou como se deram os arranjos estruturais e econômicos do capital no Brasil e no sistema de regulação econômica pós-processo de industrialização nos anos seguintes a 1930 e quais seus reflexos no desenvolvimento nacional pós-Constituição Federal 1988. A construção do capitalismo importou necessariamente na modificação e criação de um sistema de regulação capaz de atender as demandas do capital. Particularmente, é preciso evidenciar as distintas formas de regulação criadas em prol de determinados grupos econômicos de interesse e seus reflexos na sociedade brasileira. Também é preciso ressaltar que essa forma particular de estruturação do capitalismo consolidou as bases do capitalismo nacional e, por consequência, gera ao Estado Nacional pós-Constituição de 1988 reflexos basilares do capitalismo. A construção do Estado capitalista brasileiro e os fundamentos constitucionais da ordem econômica, em especial os princípios elencados, possuem vínculo direto com a construção do capitalismo. As estruturas normativas econômicas presentes na Constituição de 1988 são construções históricas típicas da formação do capitalismo no Brasil.



Características

  • Ano: 2021
  • Autor: Bruno Laércio de Melo
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525201030
  • Nº de Páginas: 188


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A obra analisou como se deram os arranjos estruturais e econômicos do capital no Brasil e no sistema de regulação econômica pós-processo de industrialização nos anos seguintes a 1930 e quais seus reflexos no desenvolvimento nacional pós-Constituição Federal 1988. A construção do capitalismo importou necessariamente na modificação e criação de um sistema de regulação capaz de atender as demandas do capital. Particularmente, é preciso evidenciar as distintas formas de regulação criadas em prol de determinados grupos econômicos de interesse e seus reflexos na sociedade brasileira. Também é preciso ressaltar que essa forma particular de estruturação do capitalismo consolidou as bases do capitalismo nacional e, por consequência, gera ao Estado Nacional pós-Constituição de 1988 reflexos basilares do capitalismo. A construção do Estado capitalista brasileiro e os fundamentos constitucionais da ordem econômica, em especial os princípios elencados, possuem vínculo direto com a construção do capitalismo. As estruturas normativas econômicas presentes na Constituição de 1988 são construções históricas típicas da formação do capitalismo no Brasil.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2021
  • Autor: Bruno Laércio de Melo
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525201030
  • Nº de Páginas: 188


Receba nossas promoções por e-mail: