Os primeiros mapas: o Brasil na cartografia do s馗ulo XVI

Os primeiros mapas: o Brasil na cartografia do s馗ulo XVI

Autor: Marca: Dial騁ica Refer麩cia: 9786525234847

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descri鈬o

O perodo renascentista foi marcado pelo despertar cientfico, cultural, social, econmico e artstico na Europa. A cartografia n縊 ficaria para tr疽 junto a outras 疵eas do conhecimento humano, mas dar-se-ia incio ao seu caminho para o amadurecimento cientfico. No incio do s馗ulo XVI, a sociedade europeia se deu conta de que o mundo que conhecia praticamente dobrou de tamanho, gra軋s aos descobrimentos ultramarinos. Esse fator gerou um grande impacto na sociedade do perodo, que logo percebeu a necessidade de desvendar as novas terras. A partir de ent縊, as na鋏es europeias iniciaram o que se pode chamar de uma corrida exploratria para identificar a natureza destas terras desconhecidas que, invariavelmente, foram sendo cartografadas. ノ neste contexto histrico que o livro se insere, analisando a produ鈬o cartogr畴ica referente ao Brasil quinhentista, procurando compreender como o territrio foi sendo reconhecido nas diferentes escolas cartogr畴icas europeias. Para tanto, o autor busca contextualizar a sociedade europeia do perodo, o desenvolvimento tecnolgico renascentista e os principais centros produtores de mapas. A investiga鈬o cientfica neste espa輟-tempo leva a compreender os contextos pelos quais os mapas foram sendo criados, seus objetivos, fun鋏es e os m騁odos empregados, revelando o retrato de um territrio completamente novo, desconhecido e inexplorado.



Caractersticas

  • Ano: 2022
  • Autor: Giovanni Colossi Scotton
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525234847
  • Nコ de P疊inas: 200


Coment疵ios e Avalia鋏es

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.

O perodo renascentista foi marcado pelo despertar cientfico, cultural, social, econmico e artstico na Europa. A cartografia n縊 ficaria para tr疽 junto a outras 疵eas do conhecimento humano, mas dar-se-ia incio ao seu caminho para o amadurecimento cientfico. No incio do s馗ulo XVI, a sociedade europeia se deu conta de que o mundo que conhecia praticamente dobrou de tamanho, gra軋s aos descobrimentos ultramarinos. Esse fator gerou um grande impacto na sociedade do perodo, que logo percebeu a necessidade de desvendar as novas terras. A partir de ent縊, as na鋏es europeias iniciaram o que se pode chamar de uma corrida exploratria para identificar a natureza destas terras desconhecidas que, invariavelmente, foram sendo cartografadas. ノ neste contexto histrico que o livro se insere, analisando a produ鈬o cartogr畴ica referente ao Brasil quinhentista, procurando compreender como o territrio foi sendo reconhecido nas diferentes escolas cartogr畴icas europeias. Para tanto, o autor busca contextualizar a sociedade europeia do perodo, o desenvolvimento tecnolgico renascentista e os principais centros produtores de mapas. A investiga鈬o cientfica neste espa輟-tempo leva a compreender os contextos pelos quais os mapas foram sendo criados, seus objetivos, fun鋏es e os m騁odos empregados, revelando o retrato de um territrio completamente novo, desconhecido e inexplorado.

Deixe seu comentário e sua avalia鈬o







- M痊imo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avalia鈬o:
Enviar
Fa軋 seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Giovanni Colossi Scotton
  • Selo: Dial騁ica
  • ISBN: 9786525234847
  • Nコ de P疊inas: 200


Receba nossas promo鋏es por e-mail: