Permanências pagãs e aspectos híbridos na Islândia do século XIII: uma análise da Brennu-Njáls saga

Permanências pagãs e aspectos híbridos na Islândia do século XIII: uma análise da Brennu-Njáls saga

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525230535

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A instituição eclesiástica, desde o século V, buscava converter os ditos povos pagãos. Essa empreitada ocorreu por meio de um processo gradual de adaptação das tradições religiosas. A Escandinávia foi cristianizada por volta dos séculos IX e X, e, dentro desse contexto, a Islândia passou pelo processo no ano mil, aproximadamente, em meio a disputas entre pagãos e cristãos, que vinham pouco a pouco ascendendo politicamente. A conversão islandesa acabou conduzindo a um processo de hibridismo religioso, no qual o cristianismo absorveu muitos traços do paganismo. Esta obra busca analisar a permanência desses traços pagãos e dos aspectos híbridos na Islândia do século XIII à luz da Brennu-Njáls saga, produzida também no século XIII, em língua nórdica antiga, por um autor anônimo. A saga trata de diversos conflitos na Islândia entre os séculos X e XI, dentre eles, o próprio processo de conversão. Por ser produzida no contexto da pós-conversão, ela traz, dentro da sua narrativa, elementos que retratam cultural e socialmente essa sociedade, assim como a sua mentalidade, mediante a visão do seu autor.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Gabriela Teixeira Frazão
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525230535
  • Nº de Páginas: 128


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A instituição eclesiástica, desde o século V, buscava converter os ditos povos pagãos. Essa empreitada ocorreu por meio de um processo gradual de adaptação das tradições religiosas. A Escandinávia foi cristianizada por volta dos séculos IX e X, e, dentro desse contexto, a Islândia passou pelo processo no ano mil, aproximadamente, em meio a disputas entre pagãos e cristãos, que vinham pouco a pouco ascendendo politicamente. A conversão islandesa acabou conduzindo a um processo de hibridismo religioso, no qual o cristianismo absorveu muitos traços do paganismo. Esta obra busca analisar a permanência desses traços pagãos e dos aspectos híbridos na Islândia do século XIII à luz da Brennu-Njáls saga, produzida também no século XIII, em língua nórdica antiga, por um autor anônimo. A saga trata de diversos conflitos na Islândia entre os séculos X e XI, dentre eles, o próprio processo de conversão. Por ser produzida no contexto da pós-conversão, ela traz, dentro da sua narrativa, elementos que retratam cultural e socialmente essa sociedade, assim como a sua mentalidade, mediante a visão do seu autor.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Gabriela Teixeira Frazão
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525230535
  • Nº de Páginas: 128


Receba nossas promoções por e-mail: