Questões de gênero a partir da visibilidade compulsória de mulheres na internet

Questões de gênero a partir da visibilidade compulsória de mulheres na internet

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525261768

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

A presente pesquisa examina a prática da exposição de imagens e vídeos sexuais (com conteúdo explícito ou não) sem o consentimento e seus desdobramentos na sociedade midiatizada. Como objetivo principal, apresento a disseminação não consensual de conteúdo sexual a partir da narrativa de mulheres que passaram por essa experiência. Com base nessas interlocuções, a presente dissertação captura como se desenvolve o processo que se introduz com a produção inicial desses materiais até o momento em que, após serem divulgados sem autorização, mulheres que passaram por essa experiência decidem incorporar em suas vidas a luta contra a divulgação não autorizada de conteúdo sexual. Nesta pesquisa, utilizei das contribuições de Paula Sibilia, que possibilitam reflexões acerca dos paradoxos do 'espetáculo do eu' na contemporaneidade. Abordei, também, questões relacionadas à reflexividade e agência postuladas por Anthony Giddens. Ademais, dialoga-se com Michel Foucault, Maria Filomena Gregori e outras teóricas e teóricos que tensionam questões relacionadas à sexualidade, além de serem relevantes no sentido de problematizar como as questões de gênero aparecem na 'posta em cena' do sexo. Assim, por meio das reflexões e interlocuções elaboradas, intento apreender como essas mulheres se localizam em meio a esse processo que as transforma em vítimas, mas também em agentes, de maneira simultânea.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Flávia Werner Scholz
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525261768
  • Nº de Páginas: 172


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

A presente pesquisa examina a prática da exposição de imagens e vídeos sexuais (com conteúdo explícito ou não) sem o consentimento e seus desdobramentos na sociedade midiatizada. Como objetivo principal, apresento a disseminação não consensual de conteúdo sexual a partir da narrativa de mulheres que passaram por essa experiência. Com base nessas interlocuções, a presente dissertação captura como se desenvolve o processo que se introduz com a produção inicial desses materiais até o momento em que, após serem divulgados sem autorização, mulheres que passaram por essa experiência decidem incorporar em suas vidas a luta contra a divulgação não autorizada de conteúdo sexual. Nesta pesquisa, utilizei das contribuições de Paula Sibilia, que possibilitam reflexões acerca dos paradoxos do 'espetáculo do eu' na contemporaneidade. Abordei, também, questões relacionadas à reflexividade e agência postuladas por Anthony Giddens. Ademais, dialoga-se com Michel Foucault, Maria Filomena Gregori e outras teóricas e teóricos que tensionam questões relacionadas à sexualidade, além de serem relevantes no sentido de problematizar como as questões de gênero aparecem na 'posta em cena' do sexo. Assim, por meio das reflexões e interlocuções elaboradas, intento apreender como essas mulheres se localizam em meio a esse processo que as transforma em vítimas, mas também em agentes, de maneira simultânea.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Flávia Werner Scholz
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525261768
  • Nº de Páginas: 172


Receba nossas promoções por e-mail: