Temas de Direito Financeiro e controle: contratos, pessoal, contas e dívida

Temas de Direito Financeiro e controle: contratos, pessoal, contas e dívida

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525250199

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Os tribunais de contas se tornaram, nas últimas décadas, agentes relevantes quando o tema é licitações, despesas com pessoal, julgamento de contas e dívida pública. Primeiramente, seja quando atuam em consultas, denúncias ou representações, seja quando recebem críticas de licitantes, contratados ou gestores, esses órgãos têm no tema contratos administrativos uma de suas principais atividades. Da mesma forma, os gastos com pessoal estão entre os assuntos mais caros da administração pública. Tal relevância reflete-se no grau de detalhamento com que o texto constitucional e a legislação complementar dedicam ao tema. Quanto às contas do chefe do Executivo, há previsão constitucional de dualidade para o julgamento. A atribuição de competência de julgamento requer atenção por parte dos interessados. Por fim, questões relativas à dívida pública estão entre os temas menos debatidos e, paradoxalmente, mais impactantes das finanças públicas de todos os governos nacionais e subnacionais. As recorrentes crises mundiais, culminadas com as consequências pós-2008 e intensificadas pela pandemia de Covid-19, agravaram déficits e geraram queda do crescimento e aumento do endividamento público. Tal contexto exige cada vez mais a construção de soluções de enfrentamento e de promoção de ambientes econômicos mais seguros e menos instáveis, sem prejuízo do adequado custeio dos direitos fundamentais indispensáveis ao mínimo existencial e da necessária expansão das redes estatais de proteção.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Leandro Maciel do Nascimento
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525250199
  • Nº de Páginas: 132


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Os tribunais de contas se tornaram, nas últimas décadas, agentes relevantes quando o tema é licitações, despesas com pessoal, julgamento de contas e dívida pública. Primeiramente, seja quando atuam em consultas, denúncias ou representações, seja quando recebem críticas de licitantes, contratados ou gestores, esses órgãos têm no tema contratos administrativos uma de suas principais atividades. Da mesma forma, os gastos com pessoal estão entre os assuntos mais caros da administração pública. Tal relevância reflete-se no grau de detalhamento com que o texto constitucional e a legislação complementar dedicam ao tema. Quanto às contas do chefe do Executivo, há previsão constitucional de dualidade para o julgamento. A atribuição de competência de julgamento requer atenção por parte dos interessados. Por fim, questões relativas à dívida pública estão entre os temas menos debatidos e, paradoxalmente, mais impactantes das finanças públicas de todos os governos nacionais e subnacionais. As recorrentes crises mundiais, culminadas com as consequências pós-2008 e intensificadas pela pandemia de Covid-19, agravaram déficits e geraram queda do crescimento e aumento do endividamento público. Tal contexto exige cada vez mais a construção de soluções de enfrentamento e de promoção de ambientes econômicos mais seguros e menos instáveis, sem prejuízo do adequado custeio dos direitos fundamentais indispensáveis ao mínimo existencial e da necessária expansão das redes estatais de proteção.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Leandro Maciel do Nascimento
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525250199
  • Nº de Páginas: 132


Receba nossas promoções por e-mail: