Uma legião vinda do inferno (que esplendor é esse?): vagabundos, outsiders e outras figuras marginais da obra de António Lobo Antunes

Uma legião vinda do inferno (que esplendor é esse?): vagabundos, outsiders e outras figuras marginais da obra de António Lobo Antunes

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525250779

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Alexandra Lucas Coelho conta que, em um colóquio na Universidade de Évora, em Portugal, Eduardo Lourenço disse: "se as gerações futuras quiserem saber que país é este podem ler os livros de Lobo Antunes. Não apenas porque nos fazem ver a vida como um combate feroz, sem fim, sem saída, mas porque nos fazem ver tudo o que não veríamos se sua obra não existisse." De fato, a escrita de António Lobo Antunes, um dos autores portugueses mais lidos e traduzidos das últimas décadas, consegue nos oferecer um olhar de alcance cirúrgico e inesgotável sobre a história de Portugal e sobre a condição humana. Neste livro, resultado de sua pesquisa de doutorado em Estudos Literários, Carlos Henrique Fonseca defende a hipótese de que há, em sua produção romanesca, uma diacronia da exclusão, enquanto herança do império português em África e da guerra colonial, da qual fora combatente, nos anos finais. A complexa relação entre Portugal e suas ex-colônias resulta em uma extensa galeria de figuras marginais, distribuídas entre loucos, outsiders, vagabundos, infratores e tantos outros rótulos estigmatizantes que a vida em sociedade pode produzir e de quem Lobo Antunes se ocupa, construindo um universo específico e, até então, pouco explorado em sua obra.



Características

  • Ano: 2022
  • Autor: Carlos Henrique Fonseca
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525250779
  • Nº de Páginas: 200


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Alexandra Lucas Coelho conta que, em um colóquio na Universidade de Évora, em Portugal, Eduardo Lourenço disse: "se as gerações futuras quiserem saber que país é este podem ler os livros de Lobo Antunes. Não apenas porque nos fazem ver a vida como um combate feroz, sem fim, sem saída, mas porque nos fazem ver tudo o que não veríamos se sua obra não existisse." De fato, a escrita de António Lobo Antunes, um dos autores portugueses mais lidos e traduzidos das últimas décadas, consegue nos oferecer um olhar de alcance cirúrgico e inesgotável sobre a história de Portugal e sobre a condição humana. Neste livro, resultado de sua pesquisa de doutorado em Estudos Literários, Carlos Henrique Fonseca defende a hipótese de que há, em sua produção romanesca, uma diacronia da exclusão, enquanto herança do império português em África e da guerra colonial, da qual fora combatente, nos anos finais. A complexa relação entre Portugal e suas ex-colônias resulta em uma extensa galeria de figuras marginais, distribuídas entre loucos, outsiders, vagabundos, infratores e tantos outros rótulos estigmatizantes que a vida em sociedade pode produzir e de quem Lobo Antunes se ocupa, construindo um universo específico e, até então, pouco explorado em sua obra.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2022
  • Autor: Carlos Henrique Fonseca
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525250779
  • Nº de Páginas: 200


Receba nossas promoções por e-mail: