Essas doces ações que vós chamais de crimes: o pensamento jurídico do Marquês de Sade

Essas doces ações que vós chamais de crimes: o pensamento jurídico do Marquês de Sade

Autor: Marca: Dialética Referência: 9786525213460

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Descrição

Este livro propõe um percurso pela figuração do direito na literatura filosófica do Marquês de Sade. Temática fundamental tanto para entender o pensamento de Sade quanto o direito moderno. Sade é, notoriamente, um dos mais fortes críticos da sociedade ocidental, inclusas aí suas tradições religiosas, políticas e filosóficas. Talvez dessa radicalidade de seu pensamento decorra que ele tenha sido amplamente ignorado até o princípio do séc. XX, quando passará a ser fonte de inspiração para novas críticas radicais do mundo ocidental. Na medida em que Sade entrecruza a crítica do estado civilizatório da Europa do séc. XVIII com a crítica da prática e da teoria do direito, sua obra é um referencial interessante para pensar questões relevantes da filosofia geral e jurídica atuais, como a constituição recíproca do direito e da modernidade; os impasses que isso coloca; a racionalização do direito e da vida social, etc. No mais, o livro tem a pretensão de traçar um percurso por toda a obra de Sade, servindo assim como uma introdução à leitura de uma obra fundamental para o desenvolvimento do pensamento filosófico do séc. XX: ao mesmo tempo tão desconhecida, mas tão surpreendentemente próxima de nós. 



Características

  • Ano: 2021
  • Autor: Guilherme Grané Diniz
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525213460
  • Nº de Páginas: 224


Comentários e Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Este livro propõe um percurso pela figuração do direito na literatura filosófica do Marquês de Sade. Temática fundamental tanto para entender o pensamento de Sade quanto o direito moderno. Sade é, notoriamente, um dos mais fortes críticos da sociedade ocidental, inclusas aí suas tradições religiosas, políticas e filosóficas. Talvez dessa radicalidade de seu pensamento decorra que ele tenha sido amplamente ignorado até o princípio do séc. XX, quando passará a ser fonte de inspiração para novas críticas radicais do mundo ocidental. Na medida em que Sade entrecruza a crítica do estado civilizatório da Europa do séc. XVIII com a crítica da prática e da teoria do direito, sua obra é um referencial interessante para pensar questões relevantes da filosofia geral e jurídica atuais, como a constituição recíproca do direito e da modernidade; os impasses que isso coloca; a racionalização do direito e da vida social, etc. No mais, o livro tem a pretensão de traçar um percurso por toda a obra de Sade, servindo assim como uma introdução à leitura de uma obra fundamental para o desenvolvimento do pensamento filosófico do séc. XX: ao mesmo tempo tão desconhecida, mas tão surpreendentemente próxima de nós. 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Ano: 2021
  • Autor: Guilherme Grané Diniz
  • Selo: Dialética
  • ISBN: 9786525213460
  • Nº de Páginas: 224


Receba nossas promoções por e-mail: